.

Líder e vice-líder do governo deixam suas funções na Câmara de São Luís

O vereador Raimundo Penha (PDT) deixou a liderança do governo Eduardo Braide (PSD) na Câmara Municipal de São Luís. O desligamento do parlamentar foi oficializado durante sessão extraordinária na manhã desta terça-feira (10), quando seria apreciada a Lei Orçamentária Anual (LOA) referente ao exercício financeiro de 2023.

Desde março de 2022, Penha representava o Palácio de La Ravardière dentro do Legislativo e foi escolhido diretamente pelo prefeito para atuar como representante do governo entre os parlamentares, em substituição ao vereador Marcial Lima (Podemos).

Em seu comunicado público, realizado no plenário Simão Estácio da Silveira, o pedetista alegou “motivos pessoais” e pontuou que a decisão visa uma “maior dedicação ao mandato” na Casa.

“Estou comunicando o desligamento da liderança do governo por questões pessoais. Minha última atuação como líder do governo será na deliberação da LOA, porém, após a aprovação da matéria, estarei entregando o cargo para me dedicar ao mandato parlamentar”, disse.

Vice-líder também entregou cargo

Anteriormente ao pronunciamento de Raimundo Penha, o vereador Domingos Paz (Podemos) também comunicou que não fará mais parte da vice-liderança do governo. O parlamentar afirmou que a decisão já tinha sido comunicada ao prefeito.

O vereador Marcial Lima, que ocupou a função de líder do prefeito na Casa, parabenizou os colegas e justificou que desde o início do governo não conseguiu dialogar com o Executivo. 

Lima disse que “cansou de se desgastar tentando articular junto ao governo e preferiu entregar o posto” por entender que Eduardo Braide tem encontrado dificuldade em avançar no diálogo com os vereadores.