IMESC divulga análise sobre a produção de mandioca nos municípios de Araioses e Água Doce do Maranhão

Os municípios de Araioses e Água Doce do Maranhão foram destaques no relatório “Avaliação da competitividade dos produtos da cadeia produtiva da mandioca”, publicado nesta sexta-feira (5), pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE). A publicação teve apoio e financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA).  Segundo o relatório, a mandioca continua sendo o principal produto cultivado pelos agricultores maranhenses.

Além de acompanhar e avaliar o desenvolvimento das políticas públicas do governo do Maranhão, o relatório também tem o intuito de contribuir para o planejamento e desenvolvimento dessas atividades.

“O Maranhão é considerado um estado rural. Da população que vive nessa área, 33,5% vivem basicamente do plantio de mandioca, arroz, milho e hortaliças. Levando em consideração o pouco valor agregado que geram as atividades primárias, o Maranhão tem desenvolvido estratégias que impulsionem essas atividades e é nesse contexto que surge a necessidade de um estudo como este, para que seja possível levantar dados e avaliar a eficácia das ações do estado”, ressaltou o presidente do IMESC, Dionatan Carvalho.

A publicação também dá destaque para a competitividade dos produtos da Cadeia Produtiva da mandioca nos dois municípios e analisa como os produtos da cadeia produtiva da raiz contribuem para o Valor Adicionado gerado nessa cadeia, juntamente com a margem de comércio local.

Em relação ao município de Água Doce do Maranhão, considera-se que ainda existem desafios no que concerne à consolidação econômica, faltando explorar mais seus recursos produtivos, além de outras atividades econômicas como o comércio local e a economia criativa, que podem contribuir para alavancar o turismo no município, já que este tem grande potencialidade nessa atividade.

Acesse o relatório completo clicando em: http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/outras-publicacoes/416