Plantão

Governo do Maranhão realiza abertura oficial do Ano Agrícola e distribui sementes selecionadas

Nesta segunda-feira (24), o Governo do Maranhão, por meio de solenidade no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, declarou oficialmente aberto o Ano Agrícola 2022/2023. Durante o evento, o estado realizou entregas simbólicas do Projeto Mais Sementes e Mudas às prefeituras e agricultores maranhenses.

A solenidade contou as presenças do governador Carlos Brandão; do secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, José Antônio Heluy; além de prefeitos, secretários municipais de Agricultura, agricultores, sindicalistas e representantes das demais secretarias e órgãos que executam as políticas públicas agrícolas no Maranhão.

As sementes selecionadas, entregues aos agricultores e prefeituras, fazem parte do Mais Sementes e Mudas, que foi um importante projeto aliado à garantia da segurança alimentar da população mais vulnerável durante a pandemia, e é executado pela Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Sagrima), em parceria com a Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), por meio da Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural (Agerp).

“O ano de 2022 ainda nem terminou, e o Maranhão já apresenta o sexto ano consecutivo de recorde na produção de grãos, segundo dados do IBGE. A perspectiva é de crescimento de 4,7% em relação ao ano passado, acima da média nacional que ficou em 3,4%, para cereais, leguminosas e oleaginosas”, afirmou o governador Carlos Brandão.

Na oportunidade, Brandão destaca o êxito do Estado também quanto ao volume de grãos exportados, conquista obtida graças aos investimentos que o Governo do Maranhão tem feito no desenvolvimento do Porto do Itaqui.

“Além do aumento na produção, o Maranhão também é o segundo estado do Nordeste com maior volume e valor exportado em 2022, com 11,1 milhões de toneladas e US$ 4,5 bilhões enviados ao exterior. Resultado dos investimentos do nosso Governo do Estado no Porto do Itaqui”, acrescentou o governador.

O secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, José Antônio Heluy, fala da parceria firmada para o fortalecimento da logística que irá garantir a distribuição de sementes em todas as regiões do Maranhão.

“Nós estamos fazendo a abertura do Calendário Agrícola 2022/2023, a partir do Mais Sementes. Distribuiremos sementes de grãos de milho, arroz e feijão em todas as regiões do nosso estado por meio de 6 depósitos, uma grande logística em parceria com a Agerp, sindicatos, municípios e cooperativas”, pontuou o secretário da Sagrima.

Para o prefeito de Grajaú, Mercial Arruda, as sementes selecionadas entregues pelo Governo do Estado atendem à necessidade que os agricultores têm de atingir uma produtividade a nível competitivo.

“Esse programa é fundamental, precisamos plantar mais e mais, porém, sementes e mudas de qualidade genética que garantam uma produtividade a nível competitivo, podendo gratificar e remunerar o trabalho dos agricultores. Grajaú agradece”, afirmou o prefeito.

Agricultora da comunidade Rio Grande, em São Luís, Maria das Dores, afirma que as sementes chegaram no momento certo para garantir que todos consigam aproveitar todo o ano de 2023.

“Sou mulher agricultora, filha de agricultores, e estou aqui representando as mulheres agricultoras. É um prazer fazer parte desse lindo projeto realizado pelo Governo. Essas sementes vieram na hora e dia certos, com elas em mãos antes da chuva, a gente vai conseguir trabalhar o ano todo de 2023”, afirmou a trabalhadora rural.

O cacique da Terra Indígena Morro Branco, de indígenas Guajajara da região de Grajaú, Marciliano Clemente Guajajara, destaca que a iniciativa impacta diretamente na qualidade de vida do seu povo.

“Esse é um projeto de muita importância, principalmente para nós dos povos indígenas. Vai influenciar no nosso desenvolvimento e na nossa qualidade de vida”, destacou o cacique.