O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Governo contabiliza mais de 53,5 mil doses aplicadas em um ano de vacinação contra a Covid-19 no posto do IEMA Rio Anil

“Ter um posto de vacinação aqui é muito bom, pois eu não preciso gastar com deslocamento”, comenta o auxiliar de elétrica, João Pires Sousa, de 55 anos, morador do bairro João de Deus, que, nesta sexta-feira (22), procurou a sala de vacinação do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), no Anil, o antigo Cintra, para tomar a terceira dose da vacina contra a Covid-19. Promovida pelo Governo do Estado, a vacinação acontece no local há um ano e já contabiliza a aplicação de mais de 53.570 doses.

A coordenadora do Posto de Vacinação do IEMA, Anne Catarine de Moraes, ressaltou que no primeiro ano de funcionamento, a sala de vacinação não se limitou apenas às ações internas. “Começamos vacinando as categorias profissionais, iniciando pelos professores. Depois atendemos outras categorias e o público em geral de acordo com o avanço do Plano Nacional de Imunização (PNI). Além dos atendimentos do posto, participamos das atividades dos drives e Arraiais da Vacinação, demos apoio na vacinação pediátrica e realizamos as ações de busca ativa nos bairros”, explicou.

Neste mês de abril, o Governo do Estado iniciou a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos e adolescentes a partir de 12 anos no IEMA Rio Anil (antigo Cintra). O ponto de imunização está funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h. A intenção do poder público estadual é ampliar a cobertura vacinal contra a doença nos grupos prioritários.

Além das crianças e adolescentes, também podem receber dose do imunizante no espaço: adultos; pessoas imunossuprimidas, ou seja, com imunodeficiências secundárias (pacientes com HIV, em tratamento de câncer ou transplantados); e idosos de 80 anos ou mais que ainda não se vacinaram com a quarta dose.

Para a enfermeira Gabrielly Anunciação Gouveia, de 23 anos, trabalhar na aplicação das vacinas contra a Covid-19 no posto IEMA Rio Anil é muito gratificante. “Durante todo esse tempo, temos levado muita saúde para a população. É gratificante poder estar na linha de frente e proporcionar esse momento de vacinação para as pessoas”, disse a enfermeira.

Para a vacinação é necessária a apresentação de documento pessoal que pode ser um RG ou certidão de nascimento e a carteira de vacinação. A vacinação no IEMA do Anil é organizada por equipes da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh).

“O posto de vacinação do IEMA reflete muito bem o que está sendo o trabalho da Emserh neste apoio ao Governo do Estado durante a pandemia da Covid-19. Fomos um braço forte da decisão governamental de descentralizar essas ações e utilizamos as escolas para expandir essa capacidade. Assim, o Cintra surgiu naturalmente como uma opção, por sua localização e infraestrutura excelente”, pontuou o diretor administrativo da Emserh, Will Mesquita.