“Era o que a população precisava”, dizem moradores sobre ampliação do Hospital Regional de Carutapera

Marinês Silva mora no município de Carutapera e sempre precisava viajar ou para a capital São Luís ou para Belém (PA) quando precisava de tratamento médico adequado. Mas desde julho deste ano, isso faz parte do passado. Ela é uma das pessoas que foram diretamente beneficiadas com a obra de reforma e ampliação do Hospital Regional de Carutapera. 

Com as intervenções, a unidade de saúde passou a ofertar novos serviços e amplificou sua capacidade de atendimento.  

Agora o Hospital Regional de Carutapera possui 46 leitos, sendo cinco de Clínica Cirúrgica, nove de Clínica médica, sete de Obstetrícia, quatro de Pediatria, nove para tratamento de Covid-19. Já a zona de emergência conta agora com um leito de estabilização, oito leitos adultos e três pediátricos.

“Melhorou bastante. Era o que a população de Carutapera precisava. Pra mim melhorou bastante. Agora tudo que eu preciso eu estou conseguindo por aqui”, comemora Marinês.  

A unidade recebeu reparos na estrutura, ampliação do espaço e do centro cirúrgico, usina de gases medicinais, equipamentos e materiais novos, além de ganhar uma nova ambulância para o transporte de pacientes.

A dona de casa Iranilce do Rosário aproveitou a nova estrutura para fazer uma histerectomia. A delicadeza do procedimento cirúrgico a deixou inicialmente apreensiva, mas a qualidade do atendimento no Hospital Regional de Carutapera fez a diferença. 

“O atendimento tá ótimo. Ótimo mesmo! Eu agradeço a Deus por tá tão bom do jeito que tá. Agora estou bem mais tranquila”, disse dona Iranilce. 

“Tudo que a gente sempre sonhou”

Para a diretora do Hospital Regional de Carutapera, Selma Lima, a obra de reforma e ampliação executada pela Secretaria de Estado de Governo (Segov) é “um sonho realizado”.  Selma conta que agora a unidade de saúde pode atender pelo menos cinco municípios vizinhos, mas até pacientes de outros estados passaram a recorrer ao Hospital em Carutapera. 

“Nossa realidade mudou em termos de estrutura e na qualidade dos serviços que nós estamos oferecendo. Com os setores reformados e funcionando nos seus devidos lugares, nós podemos atender agora de forma mais ampla. O número de atendimentos aumentou, chegaram novos equipamentos, recebemos um novo aparelho de ultrassom, que nos ajuda muito aqui, aqui precisa demais. Tudo que a gente sempre sonhou”, pontua a gestora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *