Em uma semana, Governo entrega o segundo Restaurante Popular do Maranhão

Foi inaugurado nesta quinta-feira (20), em solenidade virtual pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), o 52º Restaurante Popular do estado. O município contemplado foi Amapá do Maranhão. Agora, 25 municípios que compõem o Plano Mais IDH possuem o equipamento de segurança alimentar. 

“São múltiplos ganhos com um restaurante popular. Temos a parte da alimentação, da orientação nutricional, da capacitação para aproveitamento de alimentos. O Governo é empenhado no combate à pobreza extrema. E a segurança alimentar é premissa para os outros direitos”, assegurou o governador Flávio Dino. 

O secretário Márcio Honaiser disse que o investimento na política de Segurança Alimentar e Nutricional é imprescindível para a erradicação da desigualdade social no Maranhão. “Nosso objetivo é que os 30 municípios mais pobres do estado tenham um Restaurante Popular para ofertar alimentação de qualidade, a baixo custo para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nos restaurantes, os usuários terão atendimentos básicos de saúde, poderão realizar atividades físicas, capacitações e outros serviços, tudo de forma gratuita para ajudar quem mais precisa”, pontuou. 

Marijôse Martins, nutricionista e coordenadora dos Centros de Referência de Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan), explicou que os cardápios dos restaurantes são montados de acordo com a produção agrícola local, já que 30% dos alimentos são provenientes da agricultura familiar. “Montamos o cardápio com alimentos orgânicos e de qualidade, auxiliando os agricultores familiares e beneficiando os usuários com uma alimentação nutritiva e saudável”, explicou a nutricionista.

A agricultora Ana Maria Sousa destacou que a venda dos alimentos dos produtores locais para o restaurante incentiva a produção e gera emprego para o município. “Saber que posso contar com esta oportunidade de venda ajuda muito na manutenção da plantação que tenho e, assim, consigo ter essa renda garantida”. 

Além da segurança alimentar e produção agrícola local, o equipamento gera emprego para profissionais do setor alimentício. A nutricionista Ana Cristina Alves considera a chegada do restaurante uma mudança na carreira. “Esperava um tempo por esta chance de poder trabalhar com o que gosto e colocar em prática meus conhecimentos. Aqui exerço meu ofício e sou remunerada”, afirmou Ana.

Na semana passada, foi entregue para Brejo de Areia um Restaurante Popular. Os Restaurantes Populares contribuem ainda com a movimentação da economia dos municípios contemplados, adquirindo o mínimo de 30% de alimentos produzidos pela agricultura familiar local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.