Consumo de chocolate aumenta na quarentena do Covid-19

A pandemia do novo coronavírus fez crescer o consumo de chocolates pelos brasileiros, com idade entre 18 e 29 anos. Foi o que apontou uma recente pesquisa  realizada pela Fundação Oswaldo Cruz em parceria com a UFMG, a Universidade Federal de Minas Gerais e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). No estudo, 63% das pessoas está comendo o doce, duas ou mais vezes por semana, se comparado ao mesmo período antes do isolamento social.

Considerado um alimento ‘comfort food’, o chocolate estimula a produção de alguns hormônios, como a serotonina, neurotransmissor responsável pela regulação do sono e do humor.

Na Chocolateria Brasileira, rede de chocolates finos, a procura pelos produtos da marca aumentou durante a fase de isolamento. Tanto que a franqueadora criou um e-commerce próprio para atender consumidores de todo país. “O confinamento tem deixado as pessoas mais carentes e para quem não abre mão do chocolate, nosso canal de serviços chegou para facilitar o consumo de nossa linha de produtos também dentro do lar”, afirma Cintia Pitta, gerente de franquias.

O alimento é visto como um poderoso atenuante dos sintomas da ansiedade causados pelo desconforto com a imprevisão do fim da pandemia. Para quem está deprimido, o chocolate funciona como uma verdadeira injeção de ânimo, combinado com a certeza de que tudo isso vai passar.

SOBRE A CHOCOLATERIA BRASILEIRA

Unindo qualidade e sabor, a Chocolateria Brasileira traz ao mercado nacional produtos finos e desenvolvidos com matéria prima de primeira linha. No cardápio, barras, trufas e bombons, embalados individualmente ou em kits, se unem ao aroma do delicioso café, capaz de arrancar suspiro do mais distraído consumidor. No mercado desde 2015, a rede é hoje comandada por Christian Neugebauer, herdeiro de uma família que há mais de 100 anos atua no segmento de confeitaria e chocolates. Recentemente formatado no modelo de franquias, possui unidades distribuídas no Brasil, em formatos de loja e quiosques. Mais informações: www.chocolateriabrasileira.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.