O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Com ampliação de testagem, Governo reforça rastreio de casos da Covid-19 na Grande Ilha

Na última semana, o Governo do Estado ampliou o rastreio de casos da Covid-19 na Grande Ilha com a testagem no Terminal Ponta da Espera, no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado e no Hospital Aquiles Lisboa (HAL), no Bonfim. Juntos, estes pontos de testagem, administrados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), contabilizaram mais de 500 testes. A ação descentraliza a testagem, já realizada nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e no Centro de Testagem da Beira-Mar. 

“A oferta de mais testes para a população é uma das principais ferramentas de combate à pandemia. Com o trabalho, o governo pode avaliar o cenário da doença e, assim, elaborar novas estratégias de enfrentamento”, disse o secretário adjunto de Assistência em Saúde (SAAS-SES), Carlos Vinícius Ribeiro.

O método utilizado na testagem é o teste de antígeno. O resultado é possível em até 15 minutos, o que aumenta a capacidade de resposta rápida em caso de resultado positivo para a doença. 

Só na última semana, foram realizados 544 testes para detecção da Covid-19 nos três pontos de testagem implementados pelo governo. No Terminal Ponta da Espera, por exemplo, foram realizados 131 testes no período de terça a sexta-feira. Já no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado foram realizados outros 49 testes, só nesta quinta-feira (27). 

O terceiro ponto de testagem está instalado no Hospital Aquiles Lisboa, localizado no Bonfim, na região Itaqui-Bacanga. O espaço foi idealizado como sendo de apoio, uma vez que possui leitos clínicos destinados à internação de pacientes diagnosticados com a Covid-19. Desde terça-feira (25), quando o serviço passou a ser disponibilizado às pessoas, foram realizados 364 testes.

Além destes três pontos, a SES também disponibiliza o teste nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e no Centro de Testagem da Beira-Mar. Somente neste mês de maio, as UPAs do estado localizadas em São Luís realizaram 9.286 testes RT-PCR e 1.399 de antígeno. Também em maio, no Centro de Testagem da Beira-Mar, até quinta-feira (27), foram feitos 2.573 testes RT-PCR, 211 testes rápidos e 65 testes rápidos de antígeno.