O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Auxílio Brasil entra em vigor.Veja detalhes

Começou nesta quarta-feira (17) o pagamento do Auxilio Brasil do Governo Federal, que substitui o Bolsa Família, extinto em outubro deste ano. O pagamento será feito automaticamente para os beneficiários que antes recebiam o Bolsa Família.  

Estão enquadradas no Auxilio Brasil, famílias com renda per capita de até R$ 100,00 reais, consideradas em situação de extrema pobreza e famílias com renda per capita entre R$ 100,01 reais e R$ 200,00 reais, consideradas em situação de pobreza.

No Maranhão, 971.425 famílias receberam o auxilio Bolsa Família em Outubro. Na lista enviada pelo Governo Federal para o pagamento do auxílio Brasil, este número caiu para 926.278 famílias, ou seja, 45.146 focaram de fora da relação enviada pelo Governo Federal. 

O Auxilio Brasil será pago para 14,6 milhões de pessoas, que estão classificadas em três modalidades, variando o valor do benefício por família: 

• Primeira Infância: crianças de 0 a 36 meses receberão R$ 130,00 reais;

• Composição Familiar: 3 a 21 anos (que esteja na educação básica) e gestantes receberão R$ 65,00 reais;

• Superação da Extrema Pobreza: valor será calculado caso a caso para garantir que nenhuma família fique abaixo da linha de extrema pobreza, tendo como valor mínimo R$ 25,00 reais por pessoa;

Neste processo de migração do Bolsa Família para o Auxilio Brasil, a secretária adjunta de Renda e Cidadania da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) e coordenadora do CadUnico no Estado, Ana Gabriela Borges, orienta famílias, que estão com Cadastro desatualizado, a procurar o CRAS de sua região para fazer a atualização e assim garantir que o Auxílio não seja cortado.

“Por questão de prudência, atualizem o cadastro das suas famílias. Se tem filho de zero a 21 anos, atualize os dados desses possíveis beneficiários no CadÚnico. Quanto a gestão municipal, oriento que seja feito todo o processo de entrevista das famílias, como a identificação do pertencimento de povos tradicionais, para garantir a qualidade do cadastro, tirando a população em vulnerabilidade da invisibilidade”, disse Ana Gabriela, ressaltando que o Estado aguarda informações do Governo Federal sobre as famílias que não migraram do Programa Bolsa Família para o Auxílio Família. 

Como receber

Para receber o Auxílio Brasil, o cartão e a senha utilizados nos saques do Bolsa Família até outubro de 2021 continuam os mesmos e podem ser utilizados normalmente. A sequência de pagamentos também é similar ao cronograma do Bolsa Família, os benefícios serão liberados de acordo com o último dígito do NIS do beneficiário.

Confira o calendário de novembro:
NIS final 1 – dia 17
NIS final 2 – dia 18
NIS final 3 – dia 19
NIS final 4 – dia 22
NIS final 5 – dia 23
NIS final 6 – dia 24
NIS final 7 – dia 25
NIS final 8 – dia 26
NIS final 9 – dia 29
NIS final 0 – dia 30

Calendário de dezembro: 
NIS final 1 – dia 10
NIS final 2 – dia 13
NIS final 3 – dia 14
NIS final 4 – dia 55
NIS final 5 – dia 16
NIS final 6 – dia 17
NIS final 7 – dia 20
NIS final 8 – dia 21
NIS final 9 – dia 22
NIS final 0 – dia 23