Aperfeiçoamento do sistema de controle de cirurgias em unidades estaduais promove melhorias na assistência à população

O aperfeiçoamento do sistema de armazenamento de dados utilizado pelas unidades administradas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), vai promover maior integração entre os hospitais. O sistema passa a incluir um novo módulo para o monitoramento dos procedimentos, que sistematizará a quantidade de cirurgias realizadas por unidade e em quais especialidades.

Na última semana, uma capacitação acerca do novo módulo reuniu os coordenadores dos Centros Cirúrgicos e Centrais de Material e Esterilização (CME) dos hospitais gerenciados pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). A ferramenta vai servir para maior organização e planejamento de ações, além de um maior controle de dados nas unidades.

“A partir deste treinamento, esses profissionais, que poderão atualizar este sistema, estarão capacitados para repassar os dados relacionados às cirurgias. De posse dessas informações, nós podemos verificar os pontos positivos e negativos de cada unidade administrada pela EMSERH e aperfeiçoar ainda mais a nossa assistência à população maranhense”, explicou Nara Vilhena, gerente de Gestão Hospitalar.

Com as informações repassadas ao sistema pelos profissionais capacitados, serão elaborados os planejamentos que vão permitir um melhor funcionamento das unidades hospitalares.

“Se verificarmos, por exemplo, que existem duas unidades com o mesmo perfil cirúrgico só que uma realizando um número bem superior de cirurgias em relação a outra, vamos verificar o que está acontecendo. A intenção não é só aumentar a quantidade de cirurgias, mas abranger cada vez mais especialidades e um atendimento de maior qualidade. Com mais esse treinamento, afinamos ainda mais o diálogo com as nossas unidades”, reforçou Nara Vilhena.