.

Agosto Dourado: Como amamentar sem dor e desconforto?  

Este mês é marcado pela campanha nacional “Agosto Dourado”, que tem como objetivo trazer ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. A amamentação é um momento de interação entre mãe e filho, além de trazer vários benefícios à saúde de ambos. No entanto, às vezes esse processo pode trazer dor e desconforto para as mamães.  

A coordenadora e enfermeira do curso de Enfermagem da faculdade Pitágoras Bacabal, Janaína Lima, dá algumas orientações. “A mama tem que ser preparada desde a gestação, com especial atenção ao bico do seio, que é muito sensível, podendo haver rachaduras nesta região de muita sensibilidade”, pontua.  

A especialista explica que, para evitar isso, alguns cuidados precisam ser tomados, como a higienização correta. “A cada mamada é ideal que a mãe seque o bico do seio. A umidade pode favorecer o aparecimento de rachaduras e fissuras”, aconselha.  

Com todos esses cuidados, a amamentação se torna ainda mais prazerosa neste vínculo de amor entre mãe e filho. Além disso, o bebê pode usufruir dos benefícios para a saúde. “O leite materno é um alimento completo, contendo todos os nutrientes necessários para a criança quando nasce, além de ser considerado uma vacina natural”, destaca.   

Por meio do leite materno, o bebê recebe os anticorpos da mãe que o protegem contra doenças como diarreia e infecções, principalmente as respiratórias. O risco de asma, diabetes e obesidade é menor em crianças amamentadas, mesmo depois que elas param de mamar.  

Confira três dicas para deixar esse momento ainda mais confortável e especial:  

  1. Atenção: amamentar não deve doer. A dor é um sinal de pega incorreta. Mude de posição e lembre-se de sempre trazer o bebê até o seio, nunca o contrário.  
  • Tente observar a necessidade do seu filho e faça intervalos de maneira que ele não esteja com muita fome na hora de alimentá-lo, pois o bebê tende a estar mais estressado e pode não mamar corretamente. Se você costuma acordá-lo e trocar a fralda antes de amamentar, mas ele sempre chora, experimente oferecer o peito primeiro e só trocá-lo depois, por exemplo. 

     
  • Se você ouvir qualquer barulho na boca do bebê durante a mamada, é porque algo está errado. Estalos na língua ou som semelhante a um beijo não devem fazer parte desse momento, apenas ruídos da sucção e deglutição. Caso escute qualquer coisa além disso, tire o bebê do seio e recomece. Se persistir, vale tentar mudar a posição.