O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

AGED interdita dois abatedouros clandestinos no município de Buriticupu

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA), em uma ação conjunta com o Ministério Público e a Polícia Militar, interditou dois abatedouros de bovinos que funcionavam de forma inadequada, sem estrutura e sem quaisquer condições sanitárias no município de Buriticupu.

Os fiscais da AGED, durante a ação, visitaram cinco pontos de abate, sendo três destinados ao abate de bovinos e dois ao abate de aves. Foram interditados dois abatedouros de bovinos e um terceiro abatedouro, ainda em construção, porém ainda sem funcionar, foi comunicado pelos fiscais da AGED devido a não solicitação inicial de registro no serviço de inspeção. 

Dos abatedouros de aves, ambos foram notificados a apresentarem solicitação de registro com prazo de 30 dias, pois os mesmos apresentavam condições favoráveis para funcionamento, havendo a necessidade de adequações.

Atividades de combate ao abate clandestino vêm sendo realizadas pela AGED como forma de assegurar a saúde da população em nosso estado. Por se tratar de um serviço essencial, a AGED tem estimulado empreendimentos a fazerem registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE). Na regional de Açailândia, por exemplo, existem empreendimentos de laticínio e até abatedouro frigorífico com selo no Serviço Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal – SISBI.  

A ação, que foi deflagrada por solicitação do Ministério Público, averiguou pontos de ocorrências de abate clandestino, tomou providências cabíveis após vistoria desses locais. Participaram desta ação os fiscais da AGED da Unidade Regional de Açailândia.