Ação Resgate acontece no João Paulo e oportuniza tratamento a dependentes químicos

Mais uma edição da Ação Resgate foi realizada em São Luís; desta vez, no bairro do João Paulo. Voltada para a população em situação de vulnerabilidade social, essa foi a nona edição do projeto promovida em 2020, e quinta operação durante a pandemia da Covid-19.  

O coordenador do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD Estadual), Marcelo Costa, lembra que, há 11 anos, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da CAPS AD Estadual, iniciou o projeto exatamente em área conhecida como “cracolândia”, que existia no bairro do João Paulo. “Hoje, observamos uma diminuição muito grande de dependentes químicos em situação de rua, em relação ao início das nossas ações”, ressalta. 

Titular da Delegacia de Costumes, o delegado Joviano Furtado acrescenta que o local, antes das ações, costumava ser frequentado por mais de 100 dependentes químicos e, hoje, o número de usuários não chega a 20. “Sempre que trazemos as ações para cá, conseguimos retirar pessoas dessa situação e encaminhá-las para tratamento”, destaca.  

Um desses exemplos é Iranildo Silva Gomes, 27 anos, trabalhador informal. Ele veio do município de Chapadinha e procurou pelo atendimento do CAPS AD Estadual para tratamento do vício em crack, que já dura 15 anos. “O que eu quero agora é mudar de vida e conquistar de novo a confiança da minha família”, conta.

A ação ofereceu à população em situação de rua testes rápidos para a detecção do novo coronavírus, testes de HIV, Sífilis e Hepatite, vacinação contra H1N1, distribuição de álcool em gel e máscaras de proteção, além de um café da manhã para proporcionar uma maior aproximação.  

“Durante a pandemia, já realizamos mais de 50 testes rápidos para Covid com a população de rua e, até agora, não detectamos nenhum caso positivo do novo coronavírus nessa população. Isso é muito importante porque a própria Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e o Governo do Estado nos orienta a testar esse público para que possamos ter um controle maior da pandemia”, explica o coordenador do CAPS AD Estadual, Marcelo Costa.  

Exemplos de superação, frutos das Ações Resgate também puderam ser percebidos. Um deles é o caso do eletricista Carlos André Martins, 43 anos, que voltou à feira do João Paulo para agradecer à equipe do CAPS AD Estadual pelo tratamento que recebeu quando foi resgatado há dois anos do mesmo local. Hoje, livre do vício há um ano e seis meses, ele destaca o atendimento recebido.

“Eu cheguei ao fundo do poço, cheguei em um momento em que eu não aguentava mais aquela vida, então procurei a minha melhora. Fui muito bem recebido no CAPS AD e passei cerca de dois meses em tratamento. Hoje estou limpo e livre do crack, uma nova pessoa, graças a Deus”, afirma Carlos André, emocionado. 

Também participaram da ação a Secretaria de Assistência Social do Município (Semcas) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semus). 

Números de atendimentos

Atendimentos realizados nesta sexta (17): 108 testes para aferição de pressão e glicemia; 45 testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite e Covid-19, sendo dois positivos para sífilis; 55 doses de vacina contra gripe; 1 internação para dependência química no CAPS AD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.