409 anos: espetáculo “Cidade de Porcelana” será encenado na Rua Portugal em homenagem a São Luís

A partir deste domingo (5), até 11 de setembro, ludovicenses e turistas que estiverem passeando ou apenas transitando pela Rua Portugal, um dos principais cartões-postais do Centro Histórico de São Luís, poderão acompanhar gratuitamente as apresentações do espetáculo “Cidade de Porcelana – 409 anos de história”, peça teatral promovida pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), como parte da programação do Governo do Estado pelo aniversário da capital maranhense, celebrado no dia 8 de setembro.

O espetáculo será encenado nas janelas do casarão que já foi abrigo da antiga sede da Secma, localizado na esquina da Rua Portugal com a Rua da Estrela. Serão duas performances teatrais diárias, cada uma com 40 minutos de duração e com intervalo de 20 minutos entre as apresentações.

A primeira encenação começará às 19h e vai até às 19h40. Já a segunda performance terá início às 20h com término às 20h40.

Durante o espetáculo, seis personalidades do passado contarão como suas trajetórias se confundem com a história da cidade. São eles: Ana Jansen, Sotero dos Reis, Odorico Mendes, Apolônia Pinto, Arthur Azevedo e Gonçalves Dias.  

Espetáculo de luzes

O espetáculo “Cidade de Porcelana” contará ainda com uma ambientação especial. Globos espelhados serão instalados na Rua Portugal para compor a apresentação das personalidades, proporcionando efeito nos casarões e uma experiência única envolvendo luzes e artes cênicas.

Em todos os dias de apresentação, a ambientação será iniciada às 18h30, se estendendo até às 21h30.

Cidade de Porcelana

Quem assina a peça é o grupo Núcleo de Produção Teoria das Artes. A direção do espetáculo é de Lewdyson Clay, o texto é de Jaime Jota Júnior, com músicas Autorais de Ronildo José e Samuel Bandão, e sonoplastia de Fredson Ribeiro.

De acordo com o diretor Lewdyson Clay, o nome “Cidade de Porcelana” é uma alusão à “era de ouro da cidade de São Luís”, que entre os séculos XVIII e XIV, projetou grandes nomes para os cenários nacional e internacional.

“O espetáculo foi pensado e proposto para fazer uma homenagem aos 409 anos da cidade de São Luís, levando para a cena referências textuais que fazem uma reflexão ao patrimônio histórico, artístico e cultural da Ilha de Upaon-Açu, através de personalidades, a exemplo de Ana Jansen, Sotero dos Reis, Odorico Mendes, Artur Azevedo, a atriz Apolônia Pinto, Arthur Azevedo e Gonçalves Dias. É a partir delas [das personalidades históricas] que toda a história é contada em forma de saraus, eventos nobres que aconteciam na cidade”, explica Lewdyson Clay.

No elenco, os atores Yasmin Lopes (Ana Jansen), Daniel Sousa (Sotero dos Reis), Adeil França (Odorico Mendes), Lediane Martins (Apolônia Pinto), Júnior Morgado (Arthur Azevedo) e Anderson Pytuyba (Gonçalves Dias), se revezam entre os dois atos do espetáculo, sendo que cada um desses momentos serão precedidos por um Arauto (mensageiro ou emissário).

“A peça será apresentada em dois atos, de 40 minutos cada, no primeiro o Arauto iniciará com a recitação de um poema, falando da cidade como um todo. No segundo ato, ainda guiado pelo Arauto, faremos uma homenagem a São Luís com personagens que se envolveram diretamente com a arte naquela época”, detalha Lewdyson Clay.

Durante as apresentações do espetáculo “Cidade de Porcelana”, será disponibilizado álcool em gel e o público deverá usar máscara e respeitar o distanciamento social em prevenção ao coronavírus.