.

1.500 pequenos negócios do Itaqui-Bacanga recebem consultoria e soluções gratuitas

O programa Maranhão Mais Empreendedor tem levado soluções de inovação e gestão empresarial a pequenos empreendimentos na área do Porto do Itaqui. O projeto foi feito para atender 1.500 pequenos negócios. Trata-se de uma iniciativa da do Governo do Maranhão, numa parceria entre a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). 

Na área Itaqui-Bacanga, onde fica o Porto, existem 6.274 pequenos negócios. Ou seja, o programa atende 24% dos empreendedores da região. A ideia é simples: levar até os pequenos negócios melhores práticas para aumentar o rendimento e a produtividade. Assim, as pequenas empresas se tornam mais eficientes, geram mais empregos e movimentam mais a economia. 

“Fui atendida por consultores que verificaram as necessidades do meu negócio. Uma delas é a gestão financeira, que antes eu controlava pelo celular, e hoje tenho uma planilha que o consultor me orientou para acompanhar minhas entradas, gastos e pró-labore”, diz Marileide Serrão, que tem uma oficina de costura no Anjo da Guarda. 

Atendimento

As equipes do Maranhão Mais Empreendedor visitam esses pequenos negócios e fazem um diagnóstico da situação. Assim, podem ver os pontos frágeis e o que poder se melhorado. Cada empreendimento também recebe consultoria especializada e mentorias. 

Desde outubro de 2021, 913 pequenos negócios já foram atendidos. Ou seja, 60% do total. Claudio Pereira, dono de uma loja de produtos naturais, foi um desses atendidos. “Estou muito feliz. Nas próximas fases do projeto, quero participar das capacitações para ser mais inovador e continuar crescendo. Essa ajuda chegou em boa hora e traz esperança”, disse. 

As demandas mais atendidas nesse período foram Divulgação e Marketing, Controle Financeiro, Metas e Perfil de Clientes.

Tão longe e tão perto

O programa Maranhão Mais Empreendedor foi lançado para cumprir o papel de justiça social. “Nós temos o Porto do Itaqui com investimentos de ponta, altíssima tecnologia e, paralelamente, vemos uma rede de negócios e de moradores tão próximos e, ao mesmo tempo, tão longe. Então, o papel do Governo, da política pública como um todo, é aproximar e garantir dignidade a todos esses cidadãos e cidadãs”, diz o governador Flávio Dino. “O Maranhão Mais Empreendedor se insere nesse esforço em uma iniciativa em que contamos, mais uma vez, com a parceria do Sebrae”, acrescentou Dino.

Para o diretor técnico do Sebrae no Maranhão, Mauro Borralho, “essa parceria coloca à disposição dos pequenos negócios instalados na área de abrangência do Complexo Portuário do Itaqui importante eixo de comércio e prestação de serviços da capital, um conjunto de soluções do Sebrae que se refletem em apoio concreto aos pequenos negócios formais desse território, em uma jornada que se destaca como contribuição efetiva para melhoria da competitividade da economia local e desses negócios, que sem dúvida sairão fortalecidos dessa iniciativa, que prima pela inovação, aumento de produtividade e eficiência na gestão”.

“Estamos oferecendo ferramentas de gestão, produtividade e inovação para que esses empreendedores possam captar o novo cenário da economia e aproveitar as oportunidades de negócios que estão se abrindo a partir da expansão e novos investimentos no Porto do Itaqui”, disse o presidente da EMAP, Ted Lago.