Voluntários da Cemar contam a experiência de levar amor ao próximo.

Solidariedade, dedicação e generosidade. Estas são características essenciais de pessoas que realizam algum tipo de atividade para ajudar o próximo: os voluntários. Sem receber nenhum retorno financeiro por isso, trabalham duro e com muito amor, pois o único pagamento a receber é um sorriso, abraço e a certeza da gratidão de quem recebe o bem.

Reconhecido desde 1985 pela Organização das Nações Unidas (ONU), o dia 05 de dezembro é celebrado como o Dia Internacional do Voluntário. Esta data foi criada com o objetivo de despertar o espírito de solidariedade nas pessoas, que são convidadas a colaborar com o desenvolvimento do mundo a partir da dedicação em realizar inúmeras ações sociais. Nesse contexto de realizar mudanças na realidade social do Maranhão, a Cemar, uma empresa que tem se preocupado em ser cada vez melhor para seus clientes, desenvolve junto a seus colaboradores o programa de voluntariado Energia do Bem, que tem como objetivo estimular os colaboradores a realizar ações em prol da sustentabilidade e do desenvolvimento social, nas mais diversas formas.

Carla Santos, trabalha na Cemar há 10 anos, e desde 2011 participa do programa de voluntariado que a levou a ter a experiência de dar um pouco do seu tempo e do seu amor para alguém que não conhece, e que está inserido em uma realidade diferente da sua. “A dimensão desde trabalho é gratificante, poder juntar um pouco do meu tempo e do meu amor para levar algo tão simples, que para quem recebe se torna grandioso, não tem preço, nem valor, o que vale é o sorriso e o abraço que recebo ao final de cada ação.” relata Carla.

Somente em 2018, a Cemar realizou 26 ações em todo o Estado, envolvendo mais de 170 colaboradores dentre as ações realizadas. Como destaque estão a entrega da brinquedoteca na Casa Abrigo de João Lisboa; doação de lenços para mulheres com câncer de mama; entrega de brinquedos para crianças, em Panaquatira, além de ações realizadas com as Crianças dos projetos: Natação para todos, Liberdade com Basquete e Fórum Jaracaty, que são projetos sociais patrocinados pela Companhia.

Para Jeane Pires, coordenadora do Programa Energia do Bem, a iniciativa da Companhia serve para mostrar o seu papel social no desenvolvimento do Estado, que além de fornecer energia elétrica para a população, ela também se preocupa com o outro, em levar “energia do bem” a quem precisa “A Cemar vai além de distribuir energia, com o voluntariado deixamos um pouco o ambiente corporativo e nos dedicamos a outras pessoas, buscando o bem estar do nosso próximo. É bom pra quem recebe, mas é melhor ainda para o voluntário, que doa o que temos de mais precioso hoje, que é o nosso tempo, usando nossa energia para fazer o bem” destaca a coordenadora.

No final de tudo a palavra que resume o voluntário, é gratidão. Gratidão de quem é beneficiado, gratidão por proporcionar sorrisos a outra pessoa. A prática do voluntariado não traz recompensa financeira, porém é unanimidade entre os voluntários: a sensação de bem-estar e felicidade é indescritível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.