Vigilância Sanitária orienta estudantes e profissionais da rede estadual de ensino após retomada das aulas presenciais

A Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado (SUVISA), serviço ligado à Secretaria de Estado da Saúde (SES) deu início, nesta terça-feira (3), às ações de orientação em escolas da rede pública estadual. O objetivo é garantir que as medidas sanitárias vigentes estejam em cumprimento, visando à saúde dos alunos, professores e demais trabalhadores que atuam nas escolas. 

“Continuamos atentos ao monitoramento e observando a manutenção dos protocolos a fim de garantir o retorno seguro dos alunos e de toda a classe de trabalhadores. A nossa agenda contempla, neste primeiro momento, as unidades estaduais, principalmente por conta do retorno presencial das aulas desde segunda-feira”, disse o superintendente de Vigilância Sanitária, Edmilson Diniz.

Entre os protocolos que estão sendo observados, estão o distanciamento social, o uso obrigatório de máscaras durante toda a permanência na escola, a disponibilidade de totem com álcool em gel e a aferição de temperatura ao entrar nos espaços. Além disso, também é feita a orientação quanto aos sinais e sintomas e o devido afastamento temporário. As escolas também são orientadas quanto à higienização das salas, cadeiras e corrimões. 

Para evitar aglomeração, as aulas atenderão ao formato híbrido, porém de modo alternado, sendo em um dia presencial e no outro, on-line. De acordo com o superintendente de Participação Social da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Ismael Cardoso, o trabalho de orientação é indispensável nesta semana de retorno às aulas presenciais.

“Estamos bastante felizes com o que tem ocorrido. A parceria com a Vigilância Sanitária está constatando aquilo que foi estabelecido pelo Governo e esperamos que até o fim do ano, com o avanço da vacinação, possamos retomar 100% da nossa capacidade e com total segurança”, afirmou. 

O aluno do terceiro ano do ensino médio João Brito, de 18 anos, destacou a importância da ação. “Está sendo muito gratificante e acredito que este é o momento certo para repor as aulas. A manutenção das medidas sanitárias é necessária e a meu ver devem continuar”, comentou. 

Também na reta final do ensino escolar, Gabriela Silva, de 17 anos, compartilhou a alegria de rever amigos. “Apesar de todo receio e preocupação, estar aqui é muito melhor do que só acompanhar as aulas de forma on-line. E para que as coisas melhorem ainda mais, é importante respeitar as determinações, usar máscara, álcool em gel e evitar aglomerações”, disse. 

O diretor geral da escola, Dorivan Sampaio, destacou o preparo da unidade para receber os alunos. “Temos seguido as orientações repassadas pela Seduc. Diante disso, fizemos o preparo da parte estrutural e a aquisição dos materiais sanitários de segurança. Acima disso tudo, o nosso trabalho é, antes de tudo, pedagógico, orientando todos os frequentadores quanto aos cuidados que precisam ser tomados”, contou. 

Ao final da vistoria, foi assinado um Termo de Fiscalização descrevendo as medidas adotadas, bem como as responsabilidades do estabelecimento quanto ao cumprimento de todos os protocolos. Todas as ações executadas pela SUVISA em escolas da Grande Ilha são repassadas aos demais municípios em formato de Notas Técnicas, no intuito de que sejam replicadas e cumpridas em todo o estado.