O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Vereadores de São Luís encaminham pedidos de providências sobre transporte público

A situação do transporte coletivo em São Luís voltou mais uma vez a pautar os pedidos de providências na Câmara Municipal. De acordo com a Ordem do Dia – documento de caráter processual que contém a pauta das reuniões plenária, ordinárias ou extraordinárias-, a precariedade na frota dos coletivos e a falta de abrigos nas paradas de ônibus foram objetos de dois requerimentos durante sessão híbrida desta segunda-feira (20/09).

O vereador Antônio Garcez (PTC) solicitou através do requerimento 894/2021, que seja enviado ofício à Prefeitura de São Luís, solicitando junto à Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), a urgente instalação de abrigo no ponto de ônibus localizado na Avenida Luís Rocha, ao lado da Farmácia Pague Menos no sentido da Ponte Bandeira Tribuzi.

Já o Coletivo Nós (PT), apresentou o requerimento 1401/2021, também direcionado à SMTT, solicitando a revisão e a regularização das condições dos ônibus que atendem a linha urbana A306 Luiz Bacelar/Argola e Tambor/T. Praia Grande.

Com a leitura das proposições em plenário, a Mesa Diretora da Casa deverá enviar ofícios ao órgão responsável para que possa atender às solicitações dos parlamentares.

Importância do tema

O Sistema Integrado de Transporte (popularmente conhecido como SIT) possui atualmente 178 linhas de ônibus, onde operam 912 veículos. A tarifa atual é de R$ 3,70, valendo para as 154 linhas que circulam nos terminais de integração. As 24 linhas não integradas, que operam na região central da cidade e na área Itaqui-Bacanga, possuem tarifa de R$ 3,20. Por ser o único meio de transporte de massa da capital, estima-se que cerca de 700 mil pessoas o utilizem diariamente.

As linhas de ônibus atualmente são divididas desta forma:

•Troncais – Linhas que utilizam o prefixo “T” ligam os principais bairros e o Centro através

das vias mais importantes da cidade, e são integradas em um ou mais terminais de integração.

•Alimentadoras – Linhas que utilizam o prefixo “A” ligam os bairros apenas a terminais próximos. Algumas têm como ponto final o próprio terminal, ao invés do bairro.

•Circulares – Linhas que utilizam o prefixo “C”, que possuem um trajeto de ida diferente da volta, tendo geralmente como ponto inicial e final um terminal de integração. Um exemplo de linha circular é a 080, porém, seu ponto final é fora de um terminal.