.

Vereador Marquinhos repudia filme acusado de apologia à pedofilia

Na sessão ordinária desta terça-feira (15), o vereador Marquinhos (União Brasil) usou o Grande Expediente para se pronunciar sobre a recente polêmica acerca do filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, estrelado pelo humorista Danilo Gentili. Nos últimos dias, o filme tem sido acusado de promover apologia à pedofilia.

“Venho aqui expressar meu mais profundo repúdio a esse filme. Traz cenas fortes e os atores que fazem parte desse filme são formados por idiotas. Dois indivíduos sem noção e sem respeito por ninguém”, disse.


O parlamentar afirmou que os atores não têm respeito pelas crianças do Brasil e que a plataforma de streaming Netflix, que distribui o filme, deveria ter mais responsabilidade. “São cenas fortíssimas de pedofilia, com insinuações de pedofilia. Como vereador da cidade de São Luís, quero deixar registrado meu total repúdio a este filme e aos responsáveis por ele. Isso é inadmissível”, finalizou.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou que a Netflix e outras plataformas de streaming deixem de exibir o filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, baseado no livro homônimo de Danilo Gentili. Em medida cautelar publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 15, a Pasta determina multa diária de R$ 50 mil às plataformas que não retirarem a obra de seus catálogos.

Além da Netflix, foram citados na portaria YouTube, Globoplay, Amazon Prime Video e Apple TV. O filme “Como se tornar o pior aluno da escola” se tornou alvo de críticas nas redes sociais, principalmente por parte de políticos e autoridades ligados ao bolsonarismo.