UNICEF lança projeto Batuque de Dentro no Maranhão nesta segunda-feira

Visando promover a conscientização, engajamento e mobilização de adolescentes e jovens de 15 municípios do Maranhão para medidas de cuidado e prevenção à Covid-19 e a saúde física e mental, será lançado na próxima segunda-feira, dia 9, o projeto Batuque de Dentro: juntos pelo autocuidado. O projeto é fruto de parceria do Fundo da Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Centro Educacional e Social São José Operário (CESJO), Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (FETAEMA), secretarias municipais das cidades priorizadas, organizações sociais, religiosas e comunitárias, e com os próprios coletivos e grupos de adolescentes e jovens. O evento ocorre presencialmente no Auditório do Edifício João Goulart (Av. Dom Pedro II, nº 220 – Centro) e virtualmente pelo Google Meet no link: meet.google.com/jee-ybkm-jki, a partir das 16h.

“O Batuque de Dentro é um sinal de esperança e união de forças entre os mais variados coletivos, movimentos, secretarias estaduais, municipais e o UNICEF. Todos em prol de uma sociedade mais prevenida e sensível aos riscos provenientes da Covid – 19, juntos pelo auto cuidado. Estas serão as mensagens e ações que levaremos para as comunidades mais distantes, de que ainda precisamos de hábitos conscientes e responsáveis por nós mesmos e por aqueles que estão próximos de nós. Apenas desta maneira, conseguiremos atingir o nosso objetivo, pois a juventude traz brilho nos olhos e esperança no falar, por isso vamos batucar!”, disse Gláucia Coelho, da equipe de coordenação do projeto no CESJO, organização da sociedade civil responsável pela execução das atividades do projeto.

Batuque de Dentro será desenvolvido e executado por jovens e adolescentes de 15 municípios do Maranhão, sendo eles: Barra do Corda, Bom Jesus das Selvas, Caxias, Colinas, Fernando Falcão, Governador Newton Bello, Grajaú, Lago Verde, Pinheiro, São Benedito do Rio Preto, São Luís, São Luís Gonzaga do Maranhão, Senador Alexandre Costa, Vitória do Mearim e Zé Doca. Esses municípios são prioritários para ações do Programa de Apoio ao Controle e Prevenção da Covid-19 do UNICEF, definidos por meio do cruzamento de critérios e indicadores considerados chave para um enfrentamento ao avanço do Coronavírus no Estado.

Para Bruno Lacerda, secretário-adjunto de Promoção do Índice de Desenvolvimento Humanodo Governo do Maranhão, a iniciativa é uma forma de garantir que os direitos de crianças e adolescentes sejam prioridade absoluta, materializada em diversas políticas públicas nas áreas de educação, saúde, infraestrutura, lazer, entre outras.  “Por meio de projetos como o Batuque de Dentro, fortalecemos os vínculos sociais de lideranças jovens em diferentes municípios do Maranhão, para atuar em um grande desafio que nos mobiliza no momento: diminuir os efeitos da pandemia do novo coronavírus”, salienta Lacerda. Lacerda ainda enfatiza que dessa forma, os jovens não são vistos apenas como usuários de políticas ou como “geração do futuro”, mas como agentes capazes de ajudar o Estado a superar os desafios do presente. “Fazer esse projeto com o UNICEF e valorosos parceiros locais é de grande satisfação para a gestão estadual, e demonstra a nossa priorização das políticas de direitos humanos e participação popular”, explica.

A iniciativa remete ao cuidado com a saúde por meio da educação entre pares, em que cada adolescente e jovem usará sua articulação para ajudar a resolver as questões que a pandemia da Covid-19 trouxe para suas comunidades de origem. Por isso, o tambor traz a simbologia do som e força da juventude maranhense, conscientizando suas raízes no enfrentamento do coronavirus. O projeto traz a bandeira da diversidade, buscando acolher e abraçar diferentes causas e expressões juvenis. “O projeto traz a prevençao de uma forma dinâmica, garantindo assim a saúde dos nossos jovens e de sua família”, ratifica Nilvane dos Santos, secretaria de Políticas Sociais da FETAEMA.

Os mobilizadores dos 15 municípios irão fomentar conhecimentos sobre autocuidado e proteção a Covid-19 nos grupos populacionais específicos, como equipes escolares, profissionais de atenção primária em saúde, equipes de CRAS e CREAS, conselheiros tutelares, mães e gestantes, população assistente de atividades religiosas em paróquias, templos e terreiros, população que trabalha e circula em rodoviárias e portos, e os próprios adolescentes e jovens dos municípios priorizados. Essa troca de aprendizado será tanto sobre cuidados básicos de higiene e como também sobre saúde mental.

O projeto está em alinhamento com o conceito e a proposta da Rede Estadual de Voluntariado do Maranhão, buscando integrar coletivos de adolescentes e jovens, especialmente os Núcleos de Cidadania de Adolescentes e Jovens (NUCAS/JUVAS) do Selo UNICEF no Maranhão. “O Batuque de Dentro possui algumas caracteristicas muito particulares das iniciativas típicas que o UNICEF desenvolve com os parceiros. Algumas delas são criatividade, inovação, protagonismo e a participação das novas gerações, aquelas que transformam a realidade a partir da sua própria vida que são os adolescentes e jovens”, afirma Ofelia Silva, chefe do escritório do UNICEF no Maranhão

Uma forma que o UNICEF e parceiros encontram para transformar a realidade de disseminação de informações falsas sobre a pandemia foi semear de forma ampla o estimulo à partipação de adolescentes e jovens como lideranças que podem transformar comportamentos. “O projeto é um convite por mais autocuidado para que as populações mais frágeis e vuneráveis, crianças, adolescentes e suas familias recebam nosso acolhimento, que sejam protegidas e tenham suas condições de vida asseguradas por todos que estejam a sua volta. Esse é o obejtivo do Batuque: uma articulação multiinstitucional para que adolescentes e jovens se alinhem a uma respostam integrada à pandemia”, conclui Ofélia.