Toyota é líder em reputação corporativa no setor automotivo do País, segundo pesquisa da Merco

A Toyota do Brasil recebeu nesta quinta-feira, dia 11 de março, do Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (MERCO), o título de empresa com a melhor reputação do setor automotivo. Durante o anúncio, a empresa foi anunciada entre as 10 melhores na classificação geral e a primeira em seu ramo de atuação. Já o seu presidente, Rafael Chang, também foi eleito entre os 40 melhores líderes do País.

A pesquisa, que inclui cinco ondas de avaliação, com 16 diferentes grupos/fontes de informação, entrevista membros da alta direção de empresas com faturamento superior a US$ 40 milhões para apontarem as 10 companhias com melhor reputação. Para cada empresa escolhida, os executivos sinalizam três fortalezas e uma fraqueza entre 18 variáveis.

“É uma satisfação para nós receber esse prêmio. Ele demonstra que todo nosso esforço, cuidado, e atenção a toda nossa cadeia de valor e clientes está na direção certa. É preciso ainda deixar um especial agradecimento aos nossos colaboradores, que são incansáveis na busca dos melhores resultados. Foi um trabalho em equipe, construído diariamente”, afirma Viviane Mansi, Diretora de Comunicação e Sustentabilidade da Toyota do Brasil.

Metodologia

A metodologia da pesquisa inclui cinco ondas de avaliação, com 16 diferentes grupos/ fontes de informação. A seleção parte de uma entrevista com membros da alta direção de empresas com faturamento superior a US$ 40 milhões que apontam dez companhias com melhor reputação.

Para cada empresa escolhida, sinalizam três fortalezas e uma fraqueza entre 18 variáveis que consideram resultados econômicos e financeiros, qualidade da oferta comercial, talento, ética e responsabilidade corporativa, dimensão internacional e inovação. Esses atributos são utilizados para traçar o perfil de reputação das empresas.

A partir dessa primeira listagem, são feitas entrevistas com diversos outros grupos, incluindo população geral, analistas financeiros, ONGs, sindicatos, associações de consumidores, jornalistas econômicos, catedráticos de universidades, representantes do governo e gestores de mídias sociais e, também, Merco Digital, com avaliação dos canais e das mídias sociais. Na etapa final, também é feita uma avaliação de méritos a partir de uma pesquisa respondida pelas próprias empresas. Além do ranking de 100 empresas, também é preparado o ranking de 100 líderes com melhor reputação no País.