Socioeducandos da Funac participam de palestra sobre alimentação saudável

A Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) realiza o acompanhamento nutricional dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Para reforçar a importância de manter uma vida saudável, foi realizada mais um ciclo de palestras instrutivas para abordar a temática sobre os riscos da obesidade na adolescência. A atividade foi realizada na quinta-feira (27), no Centro Socioeducativo de Internação do Vinhais (C.S.I.V).

Na palestra foi destacado que a ingestão de alimentos saudáveis evita a inclusão das pessoas no grupo de risco como obesidade, diabetes, dentre outras. Grupos que em tempos de pandemia ficam mais vulneráveis às doenças da Covid-19. Outros fatores também foram pontuados, como atividade física aliada a uma boa alimentação rica em frutas e legumes.

Uma alimentação saudável rica em nutrientes eleva a qualidade de vida das pessoas. Na vida de adolescentes tem impactos ainda maiores por conta de seu desenvolvimento, contribui para reduzir o nível de estresse, ansiedade e riscos de uma possível obesidade. Para a diretora do C.S.I. Vinhais, Josenilde Diniz, é um importante momento de sensibilização com os adolescentes. “É oferecida uma alimentação balanceada, porém é preciso que os socioeducandos compreendam o momento de cada alimento como fundamental ao seu desenvolvimento corporal pois precisam ter uma alimentação adequada”, afirma a diretora.

A Funac tem trabalhado para manter uma rotina de preparo de alimentos mais saudáveis a partir do acompanhamento de uma nutricionista e alinhamento com o setor de compras.

Para a profissional de nutrição da Fundação, Ludmilla Magalhães, é necessário buscar formas de conscientizar os socioeducandos para uma alimentação saudável. “Com base na rotina sociopedagógica dos Centros são realizadas palestras interativas para dar mais ênfase no trabalho realizado cotidianamente. O profissional da nutrição é de suma importância na avaliação nutricional, com pesagem, aferição de pressão e acompanhamento individual levando em consideração as necessidades de cada adolescente”, comenta Ludmila Magalhães.

Um dos socioeducandos destacou a importância da palestra e que a parte prática provocou uma reflexão sobre a forma correta de se alimentar. “Pudemos refletir sobre nosso crescimento na adolescência, há várias doenças por causa da alimentação incorreta. A palestra foi boa pelo incentivo para não ficar prejudicado com obesidade e diabetes”, destaca o adolescente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.