Plantão

Saúde e lazer na terceira idade: José de Alencar Clube Sênior abre oficialmente suas portas em São Luís

O público 60+ já pode começar a desfrutar das excelentes instalações e serviços oferecidos pelo José de Alencar Clube Sênior, primeiro espaço em São Luís voltado exclusivamente para a “melhor idade”. Localizado no bairro São Francisco, o clube privado abriu oficialmente suas portas no dia 3 de abril, após dois eventos de pré-lançamento.

Todas as atividades do José de Alencar Clube Sênior são adaptadas às necessidades de cada cliente. Em conjunto com a família, a equipe de psicólogas e pedagogas do clube se dedica a preparar a melhor estratégia para o acolhimento do idoso, oferecendo atividades que se adequem ao seu gosto.

Além da modalidade Day Use, na qual os idosos aproveitarão a estrutura e os serviços durante um dia, o clube oferece outros cinco pacotes para mensalistas, com horários e frequência de visita distintos. O local funciona das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 14h, aos sábados.

E a primeira semana de inauguração do José de Alencar Clube Sênior começou bem agitada. Cristina Alencar, equoterapeuta e idealizadora do clube, ressalta que vários idosos já entraram em contato e fizeram agendamentos desde a abertura de portas oficial.

“Começamos muito bem! Estamos atendendo muitas pessoas interessadas e temos muitos agendamentos. Todos gostam bastante dos serviços oferecidos e das instalações do clube”, disse Cristina.

Serviços e instalações

O José de Alencar Clube Sênior conta com uma ampla área de jardim, com animais e plantas de diversas espécies. Um generoso espaço ao ar livre com pista de caminhada, áreas sombreadas, ideais para passeios, atividades físicas e encontros com amigos. 

Além disso, o local possui consultórios médicos, refeitório, salão de festas para celebrações, lago, estrebaria, salas de aulas, quadra de areia, piscina e salão de beleza, assinado pelo hairstylist Círio Sens.

Um ambiente para os idosos desfrutarem de várias atividades dinâmicas como natação, hidroginástica, hidroterapia, equoterapia, musculação, além de outras práticas direcionadas ao desenvolvimento físico e mental.

Aulas de dança e canto serão oferecidas regularmente, proporcionando ao grupo a oportunidade de aprender e desenvolver novas habilidades. Equipes de enfermagem também irão aplicar vacinas e ministrar medicamentos receitados por médicos de confiança da família e do idoso.

A alimentação já está inclusa, e no cardápio serão oferecidas refeições saudáveis e deliciosas, preparadas por nutricionistas, com uma variedade de opções para atender às necessidades alimentares de cada um. O local é administrado por profissionais multidisciplinares e interdisciplinares, que trabalham para fornecer um ambiente acolhedor e seguro. 

Saiba mais

O José de Alencar Clube Sênior foi idealizado pela empresária e equoterapeuta Cristina Alencar. Ela, que nasceu e cresceu no local onde o clube funcionará, define o empreendimento como “um resumo” de sua vida inteira – cada árvore, planta e animal do local carregam um significado construído pelo laço afetivo familiar.

Ao longo dos anos, Cristina conviveu com vários familiares longevos, como avós, bisavós e tio-avós, que chegaram a ultrapassar os 100 anos de idade. Observando de perto as necessidades e aprendendo os ensinamentos repassados por cada um deles, a empresária decidiu criar o clube para oferecer uma qualidade de vida melhor às pessoas da terceira idade.

Dessa forma, no José de Alencar Clube Sênior, Cristina busca estimular a autonomia dos idosos e oferecê-los atividades dinâmicas que proporcionam não apenas o entretenimento, mas também o desenvolvimento das suas capacidades.

“A gente quer promover autonomia de decisão, de movimento e de vontade. É o respeito ao idoso”, ressaltou.

Dados

O envelhecimento representa o início de uma nova fase da vida, que, na maioria das vezes, é marcada por estigmas. Infelizmente, em decorrência da pandemia da Covid-19, outros fatores de natureza comportamental também aumentaram entre a população idosa: sentimentos de solidão, ansiedade e tristeza foram frequentes nesse público, principalmente entre as mulheres.

O dado foi revelado pelo estudo “Idosos no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil: efeitos nas condições de saúde, renda e trabalho”, baseado em uma pesquisa comportamental feita pela Fundação Oswaldo Cruz, no ano de 2021. Essa realidade é preocupante, visto que pessoas com 60 anos ou mais representam 14,7% da população brasileira de acordo com o IBGE. O instituto também aponta que, nos últimos nove anos, o número de idosos no país aumentou cerca de 39,8%. 

Como combater essa triste realidade?

Segundo a pesquisa “Lazer na terceira idade: desenvolvimento humano e qualidade de vida”, a melhor alternativa para combater a alarmante solidão e ociosidade das pessoas +60 é o lazer. Após começarem a participar de várias práticas voltadas para o entretenimento e desenvolvimento físico, os idosos participantes da pesquisa sentiram mais prazer, entusiasmo e disposição.

Dessa forma, o estudo conclui que a expansão do lazer, para além do doméstico, é imprescindível para a promoção do divertimento e desenvolvimento físico e pessoal na terceira idade, evitando a ociosidade e sentimentos de inutilidade e desânimo.