São Luis 408 anos: mais segurança e oportunidades de ressocialização

Redução dos índices de violência, destaque no ranking nacional por êxito nas ações de contenção do crime e policiamento mais perto da população. Paralelamente, apenados do sistema penitenciário têm maior acesso e opções de oportunidades para ressocialização e reinserção ao convívio social. Diante deste cenário, São Luís completa 408 anos com marcos históricos na gestão penitenciária e de segurança pública.

“A segurança é um pilar importante no planejamento da política pública na gestão do governador Flávio Dino e essa prioridade à área se reflete nos expressivos resultados alcançados pelo sistema. São Luís se destaca com redução nos índices de criminalidade. Desenvolvemos um trabalho firme, sério e compromissado com o cidadão maranhense, para que tenha tranquilidade e segurança. São Luís merece todos os parabéns”, pontuou o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela.

Os homicídios na Grande São Luís caíram 72% em 2019, na comparação com 2014. São 1.930 vidas salvas neste período. Se comparados o primeiro semestre de cada ano, a redução é de 66%. São Luís é a capital brasileira que mais reduziu homicídios desde 2014 e fruto das ações da gestão Flávio Dino, em 2017 saiu da lista das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo estudo da organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz.

“Desenvolvemos intensa atividade investigativa e operações, com os meios e ferramentas adequadas para o trabalho e dessa forma, temos conseguido avançar na meta de desarticular criminosos, reduzir a violência e manter a segurança do cidadão. O apoio da gestão e da sociedade de São Luís e de todo Maranhão é um fator motivador e resolutivo para os avanços”, destaca o delegado geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz.

No primeiro semestre deste ano, foram cerca de 500 prisões na capital, resultado de ações integradas das Polícias Civil e Militar. Destaque para operações como a Ramsés, que investigou fraudes financeiras; Poder Paralelo, prendendo membros de facções criminosas; e a Operação Integrada, que fiscalizou o cumprimento das normas de segurança sanitária em estabelecimentos comerciais, em virtude do novo coronavírus.  

“Trabalhamos de forma organizada e planejada, além de manter integração com os demais grupamentos das forças de segurança. Esse conjunto resulta em melhor condição de trabalho e maiores possibilidades de êxito. A nossa polícia trabalha sempre na busca da garantia da segurança dos cidadãos maranhenses. São Luís se destaca pelos resultados positivos nas operações, que refletem para todo o Maranhão”, ressalta o comandante geral de Polícia Militar do Maranhão (PMMA), coronel Pedro Ribeiro.

A Segurança Pública se integrou em campanhas de conscientização sobre a pandemia do novo coronavírus, com diversas ações em estabelecimentos comerciais para coibir o aumento indevido de preço dos produtos. Várias empresas foram autuadas e notificadas. Na operação Resgate, em ação social, policiais prestaram atendimento a dependentes químicos e moradores de rua, oferecendo tratamentos e exames. Os trabalhos foram coordenados pela Delegacia de Costumes e Delegacia do Consumidor. 

Ação dos Bombeiros
O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) parabeniza São Luís com um conjunto de ações de prevenção e combate a sinistros, protegendo a vida de todos. “O ano foi turbulento, por conta da pandemia do novo coronavírus, mas o trabalho da nossa corporação não parou. Estivemos sempre a postos e compromissados para fazer da capital uma cidade sem sinistros e segura para os ludovicenses e todos os maranhenses”, destaca o comandante geral do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo.

A orla marítima da capital teve a segurança reforçada com a operação Praia Segura, na qual guarda-vidas realizam abordagens e orientações para evitar acidentes aos banhistas. Integrando as ações para amenizar os impactos do novo coronavírus, milhares  de famílias carentes receberam cestas básicas de alimentos. Em ação de desinfecção, locais de grande fluxo de pessoas foram higienizados. 

Na operação Distância Segura, os bombeiros organizaram filas nas agências da Caixa Econômica Federal, mantendo o distanciamento; além de distribuir mais de 300 mil máscaras com o projeto Máscaras para Todos. Na campanha Maranhão Sem Queimadas, que está em curso, orientam e previnem contra queimadas provocadas por ações humana. Iniciada em agosto na capital, a Mega Operação de Vistorias fiscaliza itens de segurança contra incêndios em condomínios, comércios e residências. 

Ressocialização
O Governo do Estado alcançou importantes avanços na promoção de medidas para melhoria do sistema penitenciário e ressocialização dos apenados. O primeiro semestre deste ano já somam mais de 5,8 mil internos em estudo e mais de 4,6 mil em atividades de trabalho. Entre outros espaços, o sistema conta com lavanderia equipada; e fábricas de sofá, cerâmica, móveis, fardamento escolar e máscaras de proteção contra o coronavírus, que garantem ocupação aos apenados.

“O Governo do Estado  alcançou importantes avanços na promoção de medidas para melhoria do sistema penitenciário e ressocialização dos apenados. As atividades de trabalho e estudo têm oportunizado aos internos condições para a devida inserção social, além de contribuir na remissão da pena”, pontua o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Murilo Andrade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.