Rotary Club de Imperatriz promove campanha de combate a Hanseníase

No mês de conscientização e combate à hanseníase, também chamado de Janeiro Roxo, o Rotary Club de Imperatriz (RCI), associação de pessoas que prestam serviços humanitários às comunidades, promove a campanha Rotary contra a Hanseníase, que tem como objetivo orientar a população sobre a importância do diagnóstico precoce, as formas de tratamento e desmitificar o preconceito que envolve os portadores da doença.

Além das ações de conscientização, orientações e palestras educativas realizadas dentro das escolas, este ano o projeto também se expande para as universidades, envolvendo os cursos e profissionais da área da saúde. “A parceria com as universidades aumenta a perspectiva de combate e cura da hanseníase, pois é lá que acontecem as pesquisas para descobrir os sintomas que antecedem o surgimento da doença e o que pode ser feito durante o tratamento”, explica a presidente do RCI, Eline Oliveira.

A ideia da campanha é a de mobilizar o maior número de profissionais e pesquisadores para que no futuro seja criado um núcleo de combate à hanseníase em Imperatriz, beneficiando desta forma, toda a comunidade. “Todos nós trabalhando com o propósito de combater e reduzir os indicadores da hanseníase, com certeza vamos exterminar essa doença em nossa região”, destaca Eline.

Para o médico e voluntário do projeto, Pedro Júlio, a iniciativa é de grande valia para a comunidade, pois além da falta de informação, as pessoas ainda são as mais atingidas pela enfermidade. “É dentro das comunidades que está a doença, os problemas, por isso é importante que eles conheçam a hanseníase, os sintomas, e as alternativas que existem, para então tomar suas iniciativas”, esclarece ele.

SAIBA MAIS

De acordo com o Ministério da Saúde, a hanseníase é uma doença infecciosa crônica que afeta a pele, os olhos, o nariz e os nervos periféricos, causando lesões e danos ao indivíduo. Sua incubação é lenta e progressiva, o que acaba dificultando o diagnóstico, e quando não tratada pode causar deformidades e incapacidades físicas, muitas vezes irreversíveis. Os últimos dados do Boletim Epidemiológico de Hanseníase, publicado pela Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde em 2023, mostram que o Brasil ocupa o segundo lugar entre os países com maior número de casos no mundo, registrando mais de 18 mil casos da doença nos últimos três anos.

SOBRE O ROTARY CLUB IMPERATRIZ

O Rotary Club de Imperatriz faz parte de uma rede global de líderes comunitários que há mais de 110 anos, se unem e entram em ação para promover projetos sustentáveis em diversas áreas, como alfabetização, paz, saúde e recursos hídricos. Em todo o Brasil existem 2.333 clubes, e mais de 50 mil associados, incluindo homens e mulheres. Em Imperatriz, o Rotary Club foi criado há 58 anos, e hoje conta com uma gama de voluntários que realizam todos os anos diversas ações para causar mudanças duradouras em si mesmos e nas comunidades.