Rede de Controle da Gestão Pública mantém atividades e recepciona novos membros

Os novos gestores do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, da Superintendência Estadual da ABIN e da Delegacia-Geral da Polícia Civil foram recepcionados na manhã desta sexta, 19 de março, pela coordenação executiva da Rede de Controle de Gestão Pública do estado, durante reunião por videoconferência.

A recepção aos novos membros foi feita pelo auditor federal Alexandre Walraven, secretário de Controle Externo do Tribunal de Contas da União no Maranhão que, após dar boas-vindas ao desembargador Joaquim Figueiredo (TRE), a Eduardo Machado (ABIN) e André Gossain (PC), explicou como a Rede funciona, destacando o programa nacional contra corrupção.

Antes das palavras dos 3, a promotora Nahyma Abas (Ministério Público) e o auditor Arnaldo Freitas (CGU) resumiram demandas atuais que estão enfrentando como o combate à corrupção no tocante ao auxílio-emergencial.

O desembargador Joaquim Figueredo começou relatando ações que realizou antes de assumir o cargo máximo da Justiça Eleitoral do MA em que assistiu apresentações das unidades para realizar uma transição tranquila. Ressaltou os desafios das JE com a pandemia, as questões judiciais por ser natural os ganhadores comemorem e os perdedores reclamarem. Ratificou que seu trabalho é em prol do serviço público – que faz em conjunto com os servidores, Ministério Público, partidos políticos, entre outros agentes da sociedade envolvidos. Avaliou que a prevenção, a orientação, o conhecimento da legislação, é o caminho para que erros sejam evitados, por exemplo, na prestação de contas. Por último, lembrou que foi durante sua gestão de 2009 como corregedor que implantou a Ouvidoria do TRE-MA.

Por sua vez, Eduardo Machado falou do papel da Agência, órgão de assessoramento da segurança institucional da presidência da república, que orienta sobre políticas públicas e decisões mais rápidas em 3 frentes com produção de conhecimento em inteligência, contra inteligência e antiterrorismo. Antecipou que pretende trazer para o Maranhão, no fim do ano, um curso de inteligência aplicada.

O delegado-geral André Gossain validou a disposição da Polícia Civil para apoiar a Rede.

Do TRE-MA participaram da reunião da Rede de Controle o diretor-geral Luann Matos, os assessores Gilson Borges, Alessiane Guimarães e Danielle Cavaignac e a coordenadora Karla Abdala.

A Rede de Controle funciona como articuladora de esforços para formação de parcerias estratégicas e definição de diretrizes em comum por meio de estabelecimento de compromissos e ações conjuntas voltada para a fiscalização e o controle. No Maranhão, atualmente são 28 órgãos que fazem parte da Rede.