.

Proposta para construção de calçadão beneficia comunidades da zona rural

Estímulo à atividade física e reforço à segurança de pedestres na comunidade da Mata do Itapera, zona rural da capital, é o foco de proposta do Coletivo Nós (PT), apresentada na Câmara Municipal de São Luís. Os co-vereadores solicitam a construção de acostamento ou calçadão, que assegure aos moradores desta localidade, mais segurança e a condição para a prática de atividades físicas, em todo o percurso.

A demanda surgiu da própria comunidade, explica a co-vereadora do Coletivo Nós, Raimunda Oliveira. “Entre as solicitações que os moradores da Mata de Itapera nos apresentaram, essa foi colocada como prioritária, por ser algo que vai beneficiar mais de 30 comunidades na zona rural da cidade, alcançando moradores de Matinha até o Quebra Pote. É um problema para os pedestres e ciclistas dessa região, que se arriscam todos os dias, dividindo a estrada com outros veículos, por isso, fizemos essa indicação ao Governo do Estado, por se tratar de uma MA”, pontuou.

A pista vai oportunizar a caminhada, corridas e outras atividades físicas no percurso, com toda a segurança à população. A proposta é que a estrutura construída se estenda da estrada que inicia em Matinha até o Quebra Pote. “Os moradores se arriscam diariamente nesse trajeto e, portanto, necessitam de segurança para trafegar na área. A proposta contempla essa demanda, além de preservar vidas, evitando acidentes”, reforça a co-vereadora, Raimunda Oliveira.

A proposta do Coletivo Nós foi encaminhada ao Governo do Estado e às secretarias de Estado de Infraestrutura (Sinfra) e das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid).