O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Projeto de lei pretende restringir consumo de alimentos prejudiciais à saúde nas escolas de São Luís

Um projeto de lei de autoria do vereador Marlon Botão (PSB) quer proibir a venda e distribuição de bebidas açucaradas e de alimentos ultraprocessados em escolas públicas e particulares no município de São Luís.

O PL 243/21, que tramita nas comissões de Justiça, Saúde e Educação, visa combater a obesidade infanto-juvenil. Segundo o autor, a principal motivação para elaboração do projeto foi o aumento da obesidade no Brasil, sobretudo, nas últimas três décadas.

“Em relação aos nossos jovens, o aumento foi de 3% para 15%, este quadro pode agravar-se ainda mais nos próximos anos, devido ao rápido crescimento dos casos entre crianças e adolescentes”, declarou Marlon.

A proposição apresenta ainda dados da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) que calculam um aumento de 240% nos índices de obesidade infanto-juvenil no país, em duas décadas. O prazo para adequação das escolas será de seis meses.