Produtores de soja dos EUA visitam o Porto do Itaqui

Um grupo de produtores de soja dos Estados Unidos visitou o Porto do Itaqui, no Maranhão, neste sábado (20), para conhecer as oportunidades de negócios na região. A visita faz parte de uma missão de benchmarking organizada pela Associação dos Produtores de Soja de Iowa.

O grupo visitou também as cidades de Balsas e Imperatriz, no Maranhão, durante a semana. Em São Luís, eles conheceram as instalações do Porto do Itaqui, que é um dos principais terminais de exportação de soja do Brasil.

“O Porto do Itaqui é um dos mais modernos do mundo e tem grande potencial para atender às demandas do agronegócio”, disse Luciana Kuzolitz, gerente de planejamento do porto. “O Itaqui vem se destacando no agronegócio internacional e essa visibilidade não vem somente dos consecutivos recordes, como também da nossa eficiência logística. Eles puderam conhecer os diferenciais do Porto do Itaqui, além de grande interesse em nossa expansão e dos planos do futuro”, completou.

Além de conhecer o porto, o grupo também visitou propriedades rurais, revendas de máquinas e instituições do agronegócio no Maranhão. Os produtores americanos ficaram impressionados com o potencial do Porto do Itaqui e com sua localização estratégica. 

“O Maranhão é um estado com um grande potencial para a produção de soja”, disse Ricardo Arioli Silva, presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas. “A visita ao Porto do Itaqui nos mostrou que a região está preparada para atender às demandas do mercado internacional”.

A visita dos produtores de soja dos EUA é uma oportunidade para o Maranhão fortalecer seus laços com o mercado internacional. A região tem grande potencial para a produção de soja e o porto é um importante ativo para escoar a produção.