PRF registra casos de receptação e adulteração de sinais de veículo em rodovias maranhenses

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) registraram casos de receptação e adulteração de sinais identificadores de veículos durante fiscalizações nas BRs 010 e 316, na última terça-feira (8).

Imperatriz – Uma equipe da PRF registrou o primeiro caso durante fiscalização no km 259 da BR-010, quando abordou o condutor de um carro de passeio e constatou uma ocorrência de furto do veículo, que pertence a uma empresa de locação.

Já no segundo caso, no km 254, os policiais rodoviários federais deram ordem de parada a um carro e, durante a abordagem, foram evidenciadas divergências entre os sinais identificadores do veículo e os constantes dos registros oficiais.

Os policiais descobriram que o veículo estava com uma placa diferente, sendo a verdadeira de um outro veículo do mesmo modelo, com ocorrência de furto/roubo em Natal/RN.

Caxias – No km 543 da BR-316, a PRF abordou uma motocicleta que não possuía placa de identificação, levantando suspeitas dos policiais. O condutor não apresentou o documento do veículo, nem possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Após levantamento dos sinais identificadores da motocicleta, foi constatado que estes estavam com indícios de adulteração. Em investigação mais detalhada, foi possível determinar que a motocicleta tinha um registro de roubo/furto em Teresina/PI.

Foram constatados os crimes de receptação de veículo e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Condutores e veículos foram encaminhados ao plantão da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.