Preparação psicossocial e jurídica para pretendentes à adoção

Estão abertas, até 25 de setembro, as inscrições para o curso online de Preparação Psicossocial e Jurídica para Pretendentes à Adoção. A capacitação aberta e gratuita, será ofertada pela Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão, em parceria com Coordenadoria de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Maranhão (CIJ/TJMA), na plataforma digital EAD-ESMAM, com encontros online, de 6 a 29 de outubro.

São 50 vagas destinadas aos pretendentes à adoção com processo formalizado ou pré-cadastrados, servidores do TJMA e interessados em conhecer mais sobre os procedimentos legais e psicossociais para uma tomada de decisão segura, levando à superação de dificuldades inerentes ao processo adotivo e à sua efetivação. Por se tratar de evento online, os participantes devem dispor de equipamento eletrônico com conexão à internet.

Para se inscrever, preencha os formulários eletrônicos disponíveis abaixo:

Formulário de inscrição para PRETENDENTE COM PROCESSO

Formulário de inscrição para PRETENDENTE COM PRÉ-CADASTRO

Formulário de inscrição para SERVIDORES DO TJMA

Formulário de inscrição para PÚBLICO GERAL e demais interessados

O curso na modalidade online também será disponibilizado às demais comarcas do Estado do Maranhão. Outras varas que tenham interesse em promover a capacitação devem entrar em contato com a Coordenadoria da Infância e Juventude pelo e-mail coinfancia@tjma.jus.br ou pelos telefones: (98) 3261-6287 e (98) 98771-8645.

AULAS AO VIVO

O conteúdo – idealizado por uma equipe técnica multidisciplinar da Vara da Infância e Juventude da comarca de Timon – é composto por quatro módulos semanais (16 horas/aula), organizados para promover uma reflexão sobre o tema adoção, seus mitos e preconceitos e a quebra de antigos paradigmas para o surgimento de uma nova cultura de adoção na sociedade.

As aulas ao vivo serão transmitidas nos dias 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27 e 29 de outubro das 15h ás 17h. Os inscritos receberão nos seus respectivos e-mails as orientações de acesso às atividades online.

OS TUTORES

O curso será aberto pelo desembargador José de Ribamar Castro (presidente da Coordenadoria de Infância e Juventude) e pela juíza Katy Braun (Vara da Infância, da Adolescência e do Idoso de Campo Grande – TJMS). A coordenação das atividades será feita pela assistente social da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Timon, Helayne Moura Lima Bezerra. A equipe de orientação aos participantes é composta pelos tutores:

  • Juiz Simeão Pereira e Silva (Vara da Infância e Juventude de Timon);
  • Promotor Eduardo Borges (Promotoria de Defesa da Infância e Juventude e da Educação de Timon)
  • Assistentes sociais Fabrina da Silva Meireles, Katariny Maria Leal Santos e Kelles Ane Martins de Carvalho Ponte (Vara da Infância e Juventude da Comarca de Timon);
  • Psicólogos Ana Carolina Monteiro (Coordenadoria da Infância e Juventude do TJMA), Joniel Gomes do Vale e Lucas Dannilo Aragão Guimarães (Vara da Infância e Juventude da Comarca de Timon);
  • Pedagoga Maria Helena Morais (Lar da Criança Promotora de Justiça Elda Maria Alves Moreira)
  • Roberta Mary (assessora da Secretaria da Vara da Infância e Juventude de Timon);
  • Médicos João Arnaud Diniz Neto (psiquiatra da Infância e da Adolescência) e Pollyana Maria Soares (pediatra da Divisão Médica do TJMA);

PORTARIA

A realização de cursos preparatórios para pretendentes à adoção na modalidade online no Poder Judiciário do Maranhão foi intituída pela Portaria CIJ nº 01/2020, com o objetivo de articular ações e viabilizar a operacionalização de projetos de ensino virtuais, que envolvam questões infantojuvenis em âmbito interinstitucional.

O projeto é uma iniciativa pioneira da Comarca de Timon,– com anuência do presidente do TJMA, desembargador Lourival Serejo – sendo desenvolvido pela Coordenadoria de Infância e Juventude, presidida pelo desembargador José de Ribamar Castro, em parceria com a Escola Superior de Magistratura do Maranhão (ESMAM) e as varas judiciais com competência em infância e juventude, que manifestarem desejo em participar, sendo priorizados os recursos e ferramentas virtuais para a realização dos projetos nas comarcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.