Prefeito Eduardo Braide participa de inauguração da nova subestação e redes de distribuição da Equatorial na Vila Maranhão

O prefeito Eduardo Braide participou, nesta sexta-feira (03), ao lado do presidente da Equatorial Maranhão, Servio Tulio, da inauguração da nova subestação e redes de distribuição da empresa. Localizada no bairro Vila Maranhão, na zona rural, a subestação irá fortalecer o sistema elétrico da Grande São Luís, expandindo o sistema elétrico que atende a zona portuária e o distrito industrial do município e bairros adjacentes, beneficiando cerca de 382 mil pessoas que residem na região. 

“Energia elétrica de qualidade é fundamental para garantir o ciclo de desenvolvimento social e econômico de uma cidade. E é isto que a Equatorial Maranhão vem garantindo para São Luís. Com a inauguração desta nova subestação e rede de distribuição nossa cidade vai ganhar mais segurança no abastecimento de energia elétrica, sobretudo no distrito industrial e zona portuária, onde estão instaladas grandes empresas que garantem emprego e renda para a nossa população, além de fortalecer a capacidade de nossa cidade para receber novos investimentos. Por isso, parabenizo à Equatorial pelo compromisso com o desenvolvimento de São Luís”, destacou o prefeito Eduardo Braide. 

Para o presidente da Equatorial Maranhão, Servio Tulio, o investimento contribuirá para o desenvolvimento da região. “Esse conjunto de obras visa melhorar a confiabilidade, qualidade e segurança do fornecimento de energia elétrica para mais de 10 municípios, acompanhando o desenvolvimento de todo o estado. A energia elétrica é um fator essencial para garantir a dignidade das pessoas e o crescimento das cidades, por isso, temos muito orgulho de trabalhar pelo futuro todo dia”, afirmou. 

Além do prefeito Eduardo Braide e do presidente da Equatorial Maranhão, Servio Tulio, também participaram da solenidade o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Celso Gonçalo; o presidente Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão (Sinduscon-MA), Fábio Nahuz; a presidente da Associação Comunitária Itaqui-Bacanga (ACIB), Moisilesia Bucele; além de representantes de órgãos públicos estaduais, de empresas instaladas na área e moradores de bairros do entorno.

30 milhões em investimentos

Devido à sua posição geográfica favorável à importação e exportação de insumos, a capital recebeu cerca de 30 milhões de reais em investimentos voltados à expansão do sistema elétrico que atende a zona portuária e o distrito industrial do município. 

A nova subestação, que integra o Projeto São Luís IV, é resultado do contínuo investimento em processos inovadores e de integração que possibilitam o fortalecimento e expansão do sistema elétrico em todo o Estado feito pela Equatorial Maranhão. Em 2004, quando a Equatorial Maranhão assumiu o fornecimento de energia, eram apenas nove subestações em operação. Agora já são 18 unidades. 

Além da nova subestação na Vila Maranhão, o Projeto São Luís IV inclui seis novas redes de distribuição, que irão beneficiar, além dos eixos portuário e industrial, cerca de 47.542 unidades consumidoras residências e comerciais, alcançando 382 mil pessoas. 

A presidente da Associação Comunitária Itaqui-Bacanga (ACIB), Moisilesia Bucele, comentou que a nova subestação vai melhorar o abastecimento residencial da região. “Com uma subestação instalada na nossa região o fornecimento de energia vai ficar mais seguro e sem risco de quedas e outros problemas que podem causar prejuízos como a queima de eletrodomésticos. Além disso, por meio dessa subestação nossa área está recebendo outros investimentos na área social. Somos muito gratos por esse dia de hoje”, disse. 

Durante a solenidade de inauguração, a empresa confirmou que iniciará uma nova campanha de adesão à tarifa social de energia elétrica, que garante até 65% de desconto na tarifa para as famílias cadastradas no CadÚnico. A capital é a cidade de maior aderência ao programa no estado, contando com 90% das famílias cadastradas. 

Antes, a Equatorial utilizava a energia de outras subestações para o abastecimento da área. Agora, com uma subestação própria, o fornecimento de energia elétrica vai ficar mais estável e seguro. Além disso, a implantação da nova subestação garante maior flexibilidade e interação entre as redes de distribuição, pois os novos alimentadores da subestação estão integrados ao sistema de Self-Healing (Recomposição Automática), permitindo a realização de manobras na rede elétrica de São Luís sem a necessidade de intervenção humana. Este sistema é um dos primeiros a ser implantado no Brasil e faz parte do investimento da Companhia em Redes Elétricas Inteligentes (Smart Grids).

Inovação e Tecnologia

A nova subestação é totalmente digitalizada, o que permite a supervisão de controle remoto através do Centro de Operações Integradas da Equatorial Maranhão, agilizando ações reparadoras e de redirecionamento em casos de falta de energia, por exemplo. Totalmente automatizada e conectada pelas novas linhas de distribuição, a subestação passa a atender em 69 KV (quilovolt) e com maior estabilidade empresas de grande porte instaladas na zona industrial de São Luís.