Polícia Civil cumpre mandado de prisão preventiva contra agente penitenciário temporário por ingresso de droga no sistema penitenciário

A Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento, na manhã de hoje (30), a Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Central de Inquéritos de São Luís em desfavor de um agente penitenciário temporário, 51 anos de idade, vinculado à SEAP/MA. A prisão foi realizada através da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (SECCOR).

As investigações indicam que o referido agente temporário se associou a um custodiado do sistema prisional (J.P.S, de 26 anos), conhecido por ser uma das lideranças de uma facção criminosa com atuação no Estado do Maranhão e, utilizando-se das facilidades do cargo que ocupa, passou a inserir substâncias ilícitas (maconha) na UPRSLZ, nesta capital.

De acordo com a Polícia Civil, após a droga ser recebida dentro do complexo penitenciário, a substancia era comercializada para os demais internos gerando vultuosos lucros para o custodiado.

Segundo o apurado o agente penitenciário passou a receber de interpostas pessoas, a mando do investigado J.P.S., quantias em dinheiro e promessas de recebimento de bens como armas de fogo para a prática de tal conduta.

Foi dado cumprimento ainda a um Mandado de Busca e Apreensão no endereço do agente penitenciário temporário onde foram apreendidos alguns aparelhos celulares utilizados nos crimes apurados

Até o momento verifica-se indícios da prática dos crimes de Tráfico e Associação para o Tráfico de Drogas (art. 33 e 35, lei 11.343/06) e Corrupção Passiva (art. 317, CP) entretanto as investigações continuam para identificar outros integrantes do grupo criminoso.
Após a realização das formalidades legais o investigado foi submetido a exame de corpo de delito e encaminhado ao Centro de Triagem de São Luís, onde permanecerá a disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.