Parceria entre Jucema e Sefaz garante mais rapidez na abertura de empresas

O presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema), Sérgio Sombra, recebeu, nesta sexta-feira (21), a visita do secretário de Estado da Fazenda, Marcellus Ribeiro, para apresentar a nova sede do órgão e celebrar os resultados positivos da integração digital que, por meio do Sistema Empresa Fácil, reduziu significativamente o prazo para deferimentos do Documento Básico de Entrada (DBE), assegurando ao empresariado mais rapidez e simplificação nos procedimentos. Agora, essa etapa importante do registro de empresas é realizada em até 10 minutos. Antes da integração, o mesmo procedimento levava até 14 horas para conclusão.

O processo de abertura de uma empresa passa por uma série de sucessivas etapas, dentre elas está o preenchimento do DBE. Ele é o documento utilizado para a prática de qualquer ato perante o CNPJ. Com a parceria entre a Jucema e a Sefaz, o portal Empresa Fácil passou a recepcionar as informações e encaminhar para as próximas etapas. Com essa integração, os indeferimentos por erro de preenchimento da solicitação ou falta de documentos são reduzidos.

De acordo com o presidente Sérgio Sombra, essa melhoria só foi possível graças ao comprometimento da Sefaz em concluir a automatização. “Esse é mais um avanço que melhora o fluxo dos procedimentos e simplifica a abertura, alteração e fechamento de empresas. Quando fizemos essa proposição à Secretaria Estadual de Fazenda foi imediatamente aceita pelo secretário que entendeu a importância da iniciativa para o ambiente de negócios”, explicou o presidente da Jucema.

Ao comemorar os resultados, o secretário Marcellus Ribeiro disse que “essa é uma parceria importante pois facilita o processo de abertura de empresas e os demais atos da atividade comercial, prova disso é o tempo extremante reduzido”.

Durante a reunião, o gestor da RedeSim no Maranhão, Ítalo Lima; e o vice-presidente Ricardo Dias, compartilharam com o secretário como essa medida tem gerado satisfação aos contribuintes. Eles destacaram que a redução do tempo traz impactos positivos não só para quem utiliza os serviços de registro de empresas, mas também tem reflexos positivos para o Maranhão, uma vez que o estado estará entre os primeiros no ranking brasileiro como um dos mais rápidos do país para abertura de empresas.