.

Neto Evangelista toma posse para o quarto mandato de deputado estadual

Em sessão solene realizada nesta quarta-feira (01), o deputado estadual Neto Evangelista (União Brasil) tomou posse para o seu quarto mandato, em cerimônia realizada no plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão. Reeleito com mais de 50mil votos, o parlamentar reafirmou o seu compromisso em defesa da população maranhense.

“Estou muito feliz e honrado pelo apoio de todos que acreditaram no nosso trabalho e depositaram o voto de confiança.  Com compromisso e respeito continuarei trabalhando pelos interesses das pessoas que mais precisam”, afirmou Neto.

O parlamentar, que foi presidente da Comissão de Direitos Humanos, na última legislatura, garantiu também dar continuidade ao trabalho em defesa dos autistas e das mulheres, onde sua atuação tem feito a diferença na vidas dessas pessoas.

Eleição Mesa Diretora

Neto Evangelista presidiu ainda, a segunda sessão preparatória para a eleição e posse da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão para o biênio 2023-2024.

A chapa União pelo Maranhão, composta pelos deputados Iracema Vale (presidente), Rodrigo Lago (1º Vice-presidente), Arnaldo Melo (2º Vice-presidente), Fabiana Villar (3º Vice-presidente), Andreia Rezende (4º Vice-presidente), Antônio Pereira (1º Secretário), Roberto Costa (2º Secretário), 

Osmar Filho (3º Secretário) e Guilherme Paz (4º Secretário) foi eleita, com as abstenções dos deputados Yglesio Moysés e Mical Damasceno para o cargo de 1 vice-presidente.

Na oportunidade, Neto afirmou que dirigir a sessão que elegeu a primeira presidente mulher da história da Assembleia foi uma missão honrosa. Ele lembrou que em seu último mandato, fez uma defesa latente dos direitos e do combate à violência contra as mulheres, além de contribuir para que as mulheres participassem de forma mais efetiva do processo democrático tornando o Legislativo Estadual mais igual perante a sociedade. 

É de sua autoria a resolução legislativa (1.157/2022) que assegura, na composição da Mesa Diretora, a participação de mulheres e pessoas com deficiência, na exata proporção ao número de representantes na Assembleia Legislativa do Maranhão.