.

AGED visita estabelecimentos registrados no SIE na regional de Santa Inês

Uma equipe da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) visitou, nesta semana, estabelecimentos com registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), localizados na regional de Santa Inês. 

O diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Animal da AGED/MA, Evandro Lemos; o fiscal estadual agropecuário da Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Hugo Napoleão; e o chefe da Unidade Regional da AGED/MA de Santa Inês, Rudglan Dutra acompanharam o abate inaugural da Agronor, na segunda-feira (16), cujo empreendimento possui capacidade inicial para abater 1.500 aves/dia. 

A Agronor, o primeiro abatedouro de aves do Maranhão a obter o registro no SIE da AGED/MA, pretende, em quatro anos, ampliar a sua capacidade de abate para até 8 mil aves/dia. A visita foi acompanhada pelo proprietário da empresa, João Rodrigues; pelo gerente geral, Francisco Targino; e pelo gerente de produção Adalri Merger. 

Nessa visita, o fiscal Hugo Napoleão deu apoio ao trabalho da fiscal Cleide Selma Santana, responsável pelo acompanhamento do processo de inspeção de abate de aves no empreendimento.

Depois, a equipe da AGED/MA seguiu para conhecer as dependências da Ovos Pleno, uma granja avícola. Na ocasião a equipe visitou as granjas do empreendimento, as instalações e todo o processo de beneficiamento. A visita foi encerrada no abatedouro frigorífico Vale do Pindaré e foi acompanhada pelo proprietário José Firmino e pelo fiscal da AGED/MA que acompanha o abate de bovinos no abatedouro, Francisco Júnior.

O fiscal Hugo Napoleão informou que, durante a visita, os fiscais observaram se os equipamentos e as instalações estavam adequadas a cada empreendimento. 

“O Serviço de Inspeção é a garantia de qualidade e inocuidade do produto de origem animal que chega até a mesa do consumidor maranhense. Além disso, um empreendimento com SIE é garantia de mais emprego, mais produção e mais ampliação e oferta de produtos maranhenses para todo Estado”, afirmou Hugo