Marcos Fábio fala nesta quinta sobre o cinema ambulante em São Luís

Você sabia que São Luís foi uma das primeiras cidades brasileiras a receber o cinema? E com ele vieram as fábricas, o telefone, a bicicleta o automóvel, o protestantismo e o ensino feminino e técnico? Essas e outras curiosidades sobre os primórdios do cinema ambulante no Maranhão serão apresentadas em vídeo nesta quinta-feira (02), às 20h, pelo diretor de comunicação e vice-reitor da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Prof. Dr. Marcos Fábio Belo Matos.

O vídeo em formato de documentário estará disponível nas redes sociais (@cultura.ufma e ufma.cultura) do Projeto ‘Do Nosso Jeito’, que é uma realização da Ufma, por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), via Diretoria de Assuntos Culturais (Dac). O projeto oferece semanalmente ao público uma programação online multicultural e gratuita com apresentações musicais, performances artísticas, oficinas e palestras de personalidades ligadas à cultura maranhense.

Marcos Fábio abordará a ‘História do Cinema Ambulante em São Luís (1898 a 1909)’, com ênfase nos acontecimentos que nortearam a chegada do cinema no estado e os aparelhos cinematográficos que passaram pela capital nesse ciclo. “A pesquisa é um recorte do percurso que o cinema, nos seus primórdios, fez desde a invenção, em 1895, em Paris, até sua disseminação pelos rincões do país. Lança luz sobre a história “marginal” do cinema e levanta o ciclo do cinema ambulante no Maranhão, algo que, antes dela, não foi pesquisado”, disse o pesquisador.

PREMIAÇÃO

Realizada entre 1998 e 2000, a pesquisa ganhou em 2002 o XXIV Prêmio Literário e Artístico Cidade de São Luís, na categoria Pesquisa Histórica. Pós-doutor em Comunicação pela Unisinos e professor associado dos cursos de Pedagogia e Jornalismo da Ufma/Imperatriz, Marcos Fábio é pesquisador do Grupo de Pesquisa em Linguagem, Discurso, Mídia e Educação (Lidime) e do Núcleo de Pesquisa em Estratégias de Comunicação (Neec) da Ufma. Tem livros publicados nas áreas de Cinema, Discurso e Literatura (poesias, contos, crônicas e novelas).

SAIBA MAIS O cinema ambulante (fase dos primórdios do cinema no mundo, que no Maranhão vai de 1898 a 1909) é, ao lado de outros aspectos, parte de uma conjuntura maior: a chegada da modernidade, no Maranhão e, sobretudo, na sua capital, São Luís. Com ele, chegam elementos como: as fábricas, um rol de invenções como o telefone, o telégrafo, o fonógrafo, a bicicleta, o automóvel… e chega também um novo século: o século XX. A pesquisa faz uma análise do discurso sobre o cinema ambulante e sobre a modernidade maranhense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.