Marcos Castro debate melhorias para classe de artesãos junto a Prefeitura de São Luís

Na tarde desta segunda-feira, 21, o vereador Marcos Castro (PMN), esteve na sede da Associação Comercial do Maranhão, reunido com 42 artesãos e com o secretário de Cultura do município, Marco Duailibe, debatendo uma série de pautas elencadas pela classe, em prol da retomada na comercialização do artesanato local. Também marcou presença na reunião, o presidente do Partido da Mobilização Nacional (PMN), no Maranhão e irmão do prefeito de São Luís, Fernando Braide.

Na oportunidade, a classe apresentou uma lista com sugestões de incentivo à produção e algumas demandas, como o auxílio ao artesão; a retomada da comercialização da Feirinha São Luís; ocupação das praças da capital; cursos e oficinas e meios que incentivem a produção e venda.

Representando os artesãos, o Sr. Léo Lima destacou a importância da classe estar unida e dialogando constantemente para que as ideias sejam debatidas e as demandas sejam atendidas. “Precisamos nos planejar e conseguir elencar de forma consistente as nossas prioridades, até pra ter efeito o que estamos buscando”, enfatizou.

Para o secretário de Cultura, Marcos Duailibe, a reunião foi um ponto de partida para que exista entendimento e para que se possa buscar ações concretas que beneficie a todos. “Hoje é o ponto de partida de algo que vai começar. Todas essas pautas, nós temos que transformar em realidade. Não só como secretário, mas como artista também, sei que há uma necessidade de reconhecer e valorizar a importância do trabalho de cada um, por isso, não medirei esforços para dialogar com o prefeito Eduardo e com o vereador Marcos Castro”, ressaltou Duailibe.

Já Marcos Castro destacou o diálogo prévio com a classe em seu gabinete e com a Secretaria de Cultura (SECULT), como meio de buscar resolução das demandas urgentes, visto que a classe de artesãos é a 5ª mais afetada pela pandemia de Covid-19. “Hoje é o dia que vai ser lembrado por cada um que aqui está, quando pensarem que atualmente vocês têm representantes, pessoas que lutam e olham com carinho para o trabalho de vocês. Eu e o secretário vamos sentar com o prefeito Eduardo Braide – que sempre valorizou nossa cultura – para que seja disponibilizado um espaço para a comercialização do artesanato e as outras demandas que, com cautela, vamos discutindo e resolvendo”, prometeu o vereador.
Ao final da reunião, Marcos Castro distribuiu cestas básicas aos artesãos, como forma de auxiliar nesse momento delicado de enfrentamento à pandemia.