Maranhão ganha boletim com panorama empresarial dos municípios

A Junta Comercial do Maranhão lançou nesta quinta-feira (16) o primeiro boletim com o panorama empresarial do estado. O documento disponível no site www.jucema.ma.gov.br apresenta os principais recortes o número de empresas ativas, detalhamento das atividades econômicas (indústria, comércio e serviços), gráficos comparativos, quantidade de empresas abertas e fechadas, painel de empregos e as densidades empresariais.

Segundo o presidente da Jucema, Sérgio Sombra, o objetivo é fornecer informações qualificadas de fácil leitura e interpretação que possam ser trabalhadas como parte integrante das estratégias voltadas ao desenvolvimento local. “A Jucema é o órgão responsável pelo registro de empresas no Maranhão e possui dados constantemente atualizados que podem ajudar o setor produtivo a se guiar e tomar decisões assertivas. Nesse Boletim Empresarial fizemos um levantamento minucioso com vários dados que revelam aspectos importantes da nossa economia. Um desses exemplos é a relação dos bairros que mais concentram empresas na capital”, explicou o gestor.

A fala do presidente se refere ao recorte territorial dos bairros, um dos itens do Boletim que indica que o Centro, Calhau, Cidade Operária e Turu são os bairros com maior densidade, respondendo por 53,8% de todas as empresas da cidade.

Ao explicar a metodologia utilizada, o vice-presidente e também responsável pela elaboração do boletim, Ricardo Diniz, destaca que as estatísticas contidas no relatório são comentadas e tecnicamente analisadas para que os leitores tenham mais recursos para avaliar os números apresentados. Em uma das análises ele observa que o setor de serviços puxou o saldo de empregos em São Luís no mês de maio e ajudou a aliviar os impactos da pandemia em todo o Maranhão.  “Verificamos que o estado possui uma dinâmica empreendedora  e rapidamente está se recuperando dos efeitos provocados pela crise do novo coronavírus”, reforçou Diniz.

Em outro ponto do estudo, os dados atestam que atualmente o Maranhão possui um total de 270.056 mil negócios ativos. Desse total, o setor de comércio aparece como o mais predominante no estado com 145.821 empresas formalizadas, mas quando a análise considera apenas São Luís, os números mostram que o perfil empresarial da capital é mais voltado para o setor de serviço com 88.466 constituições.

No ranking das cidades com maior número de empresas abertas no mês de junho de 2020 estão São Luís, Imperatriz, São José de Ribamar e Timon. Dentre as atividades que mais se destacaram estão o comércio de vestuário, restaurantes, representação comercial e manicure e pedicure.

Transparência

“Essa é mais uma medida que reflete o compromisso da transparência que o Governo do Estado tem com a sociedade”, assegura Sérgio Sombra. “Diante do momento que estamos vivendo é necessário trabalharmos em cima de aspectos bem realistas que nos possibilitem buscar as soluções mais adequadas para a retomada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.