Maranhão criou 722 novas vagas de empregos formais em fevereiro

Segundo dados divulgados pelo Novo Caged, o Maranhão criou 722 vagas de empregos formais em fevereiro de 2023. O levantamento completo pode ser conferido na Nota de Mercado de Trabalho Formal Maranhense, publicada na sexta-feira (31) pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), autarquia vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan).

Os dados revelam que três setores apresentaram abertura de vagas em fevereiro de 2023: o setor de Serviços (+1,2 mil vínculos), a Agropecuária (+307 vínculos) e a Indústria (+21 vínculos). Por outro lado, os setores da Construção e Comércio registraram fechamento líquido de vagas formais, apresentando 502 e 265 desligamentos, respectivamente.

Os números mostram que, nos dois primeiros meses do ano, o Maranhão gerou um total de 1.881 empregos formais, alcançando a marca de 580.733 vínculos empregatícios ativos.

Os municípios maranhenses com maiores saldos de empregos formais em fevereiro foram: São Luís (+488 vínculos), Balsas (+342 vínculos), Tasso Fragoso (+117 vínculos), Santa Luzia do Paruá (+73 vínculos) e Governador Edison Lobão (+62 vínculos).

A publicação também destaca que o salário médio de admissão foi de R$ 1.982,99 e fornece detalhes adicionais, como faixa etária, escolaridade e sexo dos contratados, que podem ser consultados na íntegra no site do IMESC (www.imesc.ma.gov.br).