Inaugurado o Parque São João Paulo II, no Aterro do Bacanga

“Nesse final de ano, a entrega de um espaço público de grande importância para São Luís e para o Maranhão, sendo que, em 2021, completam 30 anos da histórica missa de João Paulo II neste local. Revitalizamos e estamos entregando a todos que queiram usufruir dos múltiplos espaços de convivência comunitária, lazer e esporte. E, ao mesmo tempo, reviver este momento de grande importância, celebrar a esperança e a crença de que as mensagens de fraternidade são fundamentais. Esse espaço representa tudo isso”, disse o governador Flávio Dino, durante a inauguração do Parque São João Paulo II. A solenidade, na tarde deste domingo (27), no Aterro do Bacanga, teve presença de diversas lideranças religiosas.

Antecipando a inauguração, uma celebração da palavra marcou a solenidade. O parque é mais uma da série de obras entregue pelo Governo do Maranhão, a uma semana do novo ano. O espaço vai servir à interação social, esporte e lazer. A revitalização marca homenagem ao Santo João Paulo II. O papa esteve em São Luís, no mês de outubro de 1991, celebrando missa campal no Aterro do Bacanga.

Ocupando área de 64 mil metros quadrados, o espaço está estruturado com vários itens, incluindo praças, jardins, playground, praça da alimentação, local para feiras e eventos. O projeto do Governo revitalizou ainda a Capela e o memorial São João Paulo II.

A obra do parque integra a política de revitalização dos espaços públicos e expansão de parques estaduais. Nesta política estão incluídos os parques do Rangedor, Itapiracó, Lagoa da Jansen, Parque Ambiental de Codó e outros, já recuperados e entregues.

Com a recuperação do Parque São João Paulo II se consolida a requalificação da área urbana do Aterro do Bacanga. Agora, o local, que antes estava abandonado, passa a ser ponto de cultura, convivência e prática de todas manifestações religiosas. Um resgate à memória da visita do papa ao Maranhão. O espaço vai funcionar das 15h às 21 horas.
Presentes na celebração e que tiveram palavra na cerimônia, o arcebispo metropolitano da Arquidiocese de São Luís, Dom José Belisário; presidente da Federação de Umbanda e Culto Afro Brasileiro do Estado do Maranhão, Biné Gomes Abinakó; da Federação Espírita do Maranhão, Jacob Martins; e demais autoridades religiosas.