Inauguração do CEI/ Centro de empreendedorismo e internacionalização

A Faculdade Devry São Luís não para de inovar e crescer! E acaba de inaugurar um Centro de Empreendedorismo e Internacionalização  / CEI, com sede no campus da Faculdade, na Av. dos Holandeses, Calhau.

O CEI é um núcleo de experimentação e fomento ao empreendedorismo. Um lugar onde os alunos têm a chance de vivenciar situações reais de mercado, ainda dentro da faculdade, e testar seus conhecimentos e habilidades nas áreas nas quais pretendem atuar. O Centro foi construído em uma estrutura inovadora com diversos recursos tecnológicos e ambiente moderno. E é constituído por um conjunto de células empreendedoras formadas e geridas pelos próprios alunos das faculdades pertencentes ao grupo Adtalem Educacional do Brasil, do qual a Faculdade Devry São Luís faz parte. Cada célula tem uma missão específica e desenvolve projetos relevantes alinhados com seus valores e interesses para solucionar de forma criativa problemas do mercado. Dessa forma, os alunos conseguem moldar suas atitudes a fim de atingirem uma alta performance, além de potencializar sua rede de contatos (networking) e a aquisição de know-how prático, além de um excelente posicionamento no mercado de trabalho. Em suma, no CEI o aluno é um real protagonista de ações voltadas para o empreendedorismo. E vale ressaltar que, a plataforma do CEI é toda feita pelo IBMEC, principal escola de negócios do país, que faz parte do grupo Adtalem Educacional do Brasil.

Segundo a Gerente Geral da Faculdade DeVry São Luís, Bárbara Carvalho, o Centro tem por objetivo realizar ações de consultoria e empreendedorismo para empresas, organizações governamentais e não-governamentais e desenvolver uma mentalidade crítica e empreendedora compondo um diferencial competitivo em relação ao mercado.

“A missão do Centro é formar protagonistas para a Sociedade e o Mercado, preparando o aluno para os desafios e oportunidades em sua futura carreira profissional. As Empresas Juniores (EJs) são organizações administradas, sob supervisão acadêmica, por alunos dos primeiros períodos letivos, que permitem a vivência prática dos conteúdos aprendidos em sala de aula, preparando-os para o mercado de trabalho; pois terão que lidar com clientes reais, elaborando, produzindo e entregando produtos e serviços de acordo com as demandas recebidas”, explica Bárbara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.