O Maranhense|Notícias do Estado do Maranhão

Homem-Aranha bate recorde de pré-venda no pós-pandemia

Um dos setores mais afetados pela pandemia, o mercado exibidor tem visto, filme após filme, a retomada gradual do público e o aumento das vendas. Mas o que não se poderia prever era que esse retorno calmo seria chacoalhado pelo Homem-Aranha. O terceiro longa da nova geração do herói, que estreia no dia 16 de dezembro, se tornou nesta segunda-feira (29) o indicativo de que o retorno ao normal está cada vez mais próximo. Com recorde de vendas, fãs aflitos para garantir um lugar nas salas e muita expectativa, “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa” é o maior fenômeno do pós-pandemia. 

No Brasil, a pré-venda foi iniciada simultaneamente em todas as redes às 12h. E em todo o país, o que se viu impressionou. Somente na Cinesystem, que figura entre as maiores exibidoras nacionais, com 26 cinemas espalhados de norte a sul, mais de 15 mil ingressos foram vendidos em 5 horas. 

“Para o mercado exibidor, a pré-venda é como um termômetro de quanto o filme está aquecido. E Homem-Aranha está pra lá de quente, tendo superado em 15% o primeiro dia de venda antecipada do último longa da saga ‘Vingadores’ em nossos cinemas. Foi como voltar para o período de grandes estreias antes da pandemia. Tivemos outros longas que performaram bem na pré-venda nesse período em que vivemos, mas nenhum chegou em 7 dias sequer à metade do que Homem-Aranha alcançou em menos de 24 horas. É, sem dúvidas, gratificante saber que estamos no caminho para que o cinema volte a ser o principal entretenimento para famílias e amigos de todas as idades e regiões”, comenta Sherlon Adley, Diretor Comercial e de Marketing da Cinesystem.

Desde que os cinemas fecharam, em março de 2020, a melhor performance registrada na Cinesystem até hoje havia sido de “Velozes e Furiosos 9”, que ficou perto dos 7 mil ingressos antecipados vendidos em uma semana.

Clássicos e estreias dividindo os holofotes

Outro exemplo do comportamento do consumidor nessa nova fase do cinema, é a reexibição de longas clássicos, como foi o caso de Harry Potter, que voltou às telonas no dia 21 de novembro arrastando milhares de fãs para as salas em todo o Brasil. Na Cinesystem, a reapresentação de “Harry Potter e a Pedra Filosofal” começou com ingressos disponíveis para 30 sessões e terminou com 135 exibições.

“Ao longo de toda a pandemia, pesquisas revelaram que o cinema foi um dos entretenimentos que o público mais sentiu falta. A nostalgia de voltar para a frente das telonas, somada com a exibição de filmes que fazem parte das memórias afetivas do consumidor, foi o segredo do sucesso dessa ação”, comenta Adley.

Para as próximas semanas, a exibidora pretende repetir ambos os modelos: pré-venda e filmes clássicos. De 09 a 15 de dezembro, cinemas selecionados da rede vão exibir o vintage “Matrix 1999”, com a venda de ingressos iniciando já no dia 02. Já no dia 12 de dezembro, os fãs que não conseguiram assistir “Harry Potter e a Pedra Filosofal” em 3D nas telonas vão ter mais uma chance, com sessões em cinemas ainda a definir.

Por fim, para fechar o mês com chave de ouro, uma grande estreia: “Matrix Resurrections” chega no dia 22 e promete levar muita gente aos multiplex. “O público entendeu que nossos protocolos, que são alguns dos mais rígidos do mercado, são eficazes e garantem que ir ao cinema é uma atividade segura. Mais do que isso, estamos muito animados para receber todos esses fãs, que vão viver, ao nosso lado, a experiência única que só uma grande estreia no cinema é capaz de proporcionar”, finaliza o executivo.