.

Governo segue investindo na rede de saúde em Timon para atendimento a casos da Covid-19

Continuam em todo o estado os investimentos do Governo do Maranhão em obras para aparelhamento da rede de saúde para ampliar a estrutura de atendimento aos casos da Covid-19. Na cidade de Timon, a rede de atendimento foi reestruturada para receber pacientes com o novo coronavírus.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, fala do trabalho contínuo para promover o atendimento médico à população maranhense. “Não estamos medindo esforços para aparelhar todo o sistema público de saúde do Maranhão para combater essa pandemia. Todos os municípios do estado estão sendo alcançados com obras na rede de saúde e abertura de novos leitos, em Timon não tem sido diferente”, destaca o secretário Carlos Lula.

Além de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e leitos clínicos para tratamento de casos moderados da doença, no município foi instalada uma Tenda de Triagem, que já realizou 350 atendimentos de pacientes com síndromes gripais. Em parceria com a Prefeitura, também foi montado um Hospital de Campanha, que funciona em uma escola municipal e possui leitos clínicos, com possibilidade de ampliação em caso de aumento da demanda para atendimento dos casos moderados do novo coronavírus.

“Hoje, tanto a cidade de Timon quanto os municípios atendidos pela regional estão capacitados para atender os pacientes leves, moderados e graves da Covid-19. Novos equipamentos de saúde foram criados e os já existentes foram reforçados, tanto com a criação de leitos de UTI, quanto com a criação de leitos para acomodar os pacientes moderados”, explica Candilberto Filho, diretor técnico do Hospital Regional Dr. Alarico Nunes Pacheco em Timon.

No Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco foram disponibilizados 12 leitos de UTI e 9 leitos de retaguarda específicos para os casos da Covid-19.

Já o hospital municipal disponibilizou 10 leitos de enfermaria para tratamento da doença. A rede conta ainda com o reforço da UPA da região. “O quadro de profissionais, como médicos, enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas também foi reforçado, foram criados, ainda, fluxos e protocolos. Estamos a postos e temos condições para atendermos os pacientes”, acrescenta Candilberto Filho.

Timon registra hoje 26 casos confirmados do novo coronavírus, todos em tratamento domiciliar e três casos suspeitos em ambiente hospitalar, sendo um na sala de estabilização da UPA do município, outro no leito clínico do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco e o terceiro na enfermaria do hospital municipal de Timon.