.

Governo promove seminário para discutir o combate à violência contra as mulheres

Seguindo a programação de ações dos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, o governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Mulher (SEMU), promove, nesta quarta-feira (7), o Seminário Estadual “Diálogo sobre violência contra as mulheres no Estado do Maranhão”. O evento será realizado no auditório da Casa da Mulher Brasileira, no bairro do Jaracaty, a partir das 8h.

A iniciativa irá contar com a presença de diversas autoridades e especialistas na temática do combate à violência contra as mulheres. Será um momento de reflexão e discussão sobre as políticas públicas e os serviços da Rede de Atendimento a Mulheres em Situação de Violência.  

Sobre a campanha

No Brasil, a cada 10 minutos o corpo de uma mulher ou de uma menina é violado e a cada sete horas ocorre um feminicídio, segundo dados divulgados neste ano pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Atento a estes dados alarmantes e buscando conscientizar toda a sociedade maranhense para o combate à violência contra as mulheres, o governo do Maranhão, através da SEMU, lança a campanha “Viver sem violência é direito de todas as mulheres”.

A iniciativa é uma parceria do poder público com a sociedade civil organizada e faz alusão aos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. Entre as atividades previstas na programação, estão a distribuição de materiais informativos, palestras, rodas de conversas e atos de conscientização, com foco na prevenção e denúncia de crimes relacionados ao gênero, além da divulgação dos canais de amparo e os mecanismos de proteção às vítimas de violência.

Desse modo, a campanha vincula a denúncia e a luta pela não violência contra as mulheres à defesa dos direitos humanos. Hoje, cerca de 160 países desenvolvem esta campanha, conclamando a sociedade e seus governos a tomarem atitude frente à violação dos direitos humanos das mulheres.

No Brasil, a campanha foi acrescida de mais uma data, o dia 20 de novembro: Dia Nacional da Consciência Negra, com o entendimento de que as mulheres negras sofrem dupla discriminação: o racismo e o machismo. Portanto, aqui a campanha é denominada 21 Dias de Ativismo de Luta e Fim da Violência Contra as Mulheres.

Em qualquer caso de violência, a vítima pode ligar para:

– Polícia Militar / Fone: 190
– Delegacia Especial da Mulher / Fone: (98) 99187-6622
– Casa da Mulher Brasileira (Região Metropolitana) / Fone: (98) 98425-8469
– Central de Atendimento à Mulher / Fone: 180
– Casa da Mulher Maranhense (Região Tocantina) / Fones: (98) 98801-3621 e (99) 8405-6193