Governo promove seminário de vacinação contra a poliomielite e outras doenças

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) promove, nesta quarta-feira (23), o Seminário da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação. O objetivo do encontro é orientar os gestores públicos, coordenadores de vacinação, agentes de saúde e do Programa Saúde na Família, profissionais da saúde e técnicos das salas de vacinação, sobre a importância de atualizar a caderneta da criança e os direcionamentos para vacinação deste público durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O seminário será on-line via Google Meet devido à pandemia da Covid-19.

Segundo a coordenadora de imunização da SES, Halice Figueiredo, diante do cenário do novo coronavírus existe a necessidade de imunizar o maior número possível de crianças e adolescentes para evitar adoecimentos por outras patologias que podem ser prevenidas por meio da vacinação.

“A estratégia adotada este ano nas duas campanhas visa alcançar as mais diversas regiões do estado, para evitar localidades que apresentam baixas coberturas vacinais, a fim de evitar a formação de bolsões suscetíveis às doenças imunopreveníveis, como aconteceu com o sarampo. A comunicação, a formação dos profissionais de saúde e a mobilização da população são fundamentais para obtermos adesão e êxito das campanhas”, afirmou Halice Figueiredo.

Foram convidados para o seminário: os gestores de saúde das regionais, coordenadores de vacinação, representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Ministério da Saúde. O convite, que foi enviado por e-mail aos participantes, funciona como inscrição. Segundo a coordenadora de imunização, a expectativa é que cerca de 100 pessoas participem dessa formação.

No Maranhão, o público-alvo da campanha de vacinação contra a poliomielite, segundo o Ministério da Saúde (MS), é de 502.643 crianças de 1 a 4 anos. A campanha tem como objetivo reduzir o risco de reintrodução do poliovírus selvagem no país. O grupo alvo da vacinação contra a poliomielite são as crianças menores de 5 anos de idade, com estratégias diferenciadas para as crianças menores de um ano e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos de idade.

Na Campanha de Multivacinação, o público-alvo são as crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. São ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal. 

Entre as vacinas disponíveis para multivacinação estão: BCG, Hepatite B, Penta, Pólio inativada, Pólio oral, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Febre amarela, Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra viral (sarampo, caxumba e rubéola e varicela), DTP, Hepatite A, Varicela, Difteria e tétano adulto, dTpa, Meningocócica, ACWY, HPV quadrivalente e Varicela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.