.

Governo do Estado entregará 100 casas dignas em Conceição do Lago-Açu

O Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), entregará, no próximo dia 28, 100 casas dignas nos povoados Alto da Paz, Centrinho e Lapela, no município de Conceição do Lago-Açu. A ação faz parte do programa Minha Casa, Meu Maranhão. 

A iniciativa tem a finalidade de reduzir o déficit habitacional nos municípios maranhenses que integram o Plano Mais IDH, o que inclui os 30 municípios com os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) no estado.

De acordo com o secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry, o compromisso do governador Flávio Dino em promover uma política habitacional baseada no princípio da sustentabilidade, visando assegurar direitos e transformar a vida da população maranhense, está sendo efetivada. “Estamos possibilitando que famílias maranhenses de baixa renda tenham a oportunidade de ter uma moradia digna e uma melhor qualidade de vida”, pontuou. 

Para o pedreiro Josimar Sanches, que será beneficiado em Conceição do Lago-Açu, a moradia é um sonho realizado. “Antes morávamos em uma casa de taipa, não tinha nada. Agora, vai ter uma casa boa. Além da casa, ainda tive a oportunidade de ter um emprego, porque trabalhei nas obras. Inclusive, ajudei a erguer minha casa”.

Minha Casa, Meu Maranhão

Desde o início do programa Minha Casa, Meu Maranhão já foram entregues mais de 546 casas. Municípios como Santa Filomena, Amapá do Maranhão, Água Doce, Lagoa Grande e Satubinha já receberam ações do programa. No total, 546 famílias já foram beneficiadas. Além do município de Conceição do Lago-Açu, serão entregues, este ano, unidades habitacionais nos municípios de Araioses e Serrano do Maranhão.

Plano Mais IDH

O Plano Mais IDH é uma ação do Governo do Estado, criado para elevar o IDH de municípios maranhenses. A iniciativa agrega mais de 40 projetos, considerando a integração de políticas públicas, a partir do desenvolvimento local e construindo soluções de interesse para municípios e populações mais vulneráveis. 

São assegurados benefícios diversos, como o programa Escola Digna, Restaurante Popular, Mais Bolsa Família, Força Estadual de Saúde e ações de infraestrutura. A iniciativa tem como foco o combate à extrema pobreza e está em vigor desde 2015.