Governo do Estado adquire novos EPI’s para prevenção da Covid-19 no sistema penitenciário do MA

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), realizou a aquisição de novos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para os servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão. Ao todo, foram adquiridos mais de mil protetores faciais que contribuem para fortalecer os trabalhos com foco na prevenção ao Covid-19 no ambiente prisional.

A SEAP distribuiu aos policiais penais e profissionais da área da saúde 1.800 protetores faciais, que são uma proteção extra aos servidores, que continuam mantendo a rotina de trabalho nas 45 unidades prisionais do Maranhão e atuam na linha de frente ao enfrentamento da Covid-19, com o objetivo de reduzir o risco de contaminação ao vírus.

“Além de todas as medidas sanitárias e de prevenção à saúde que foram implantadas, e que já beneficiam a todos no sistema penitenciário, agora, iremos reforçar, ainda mais, a proteção dos servidores que trabalham na execução penal. Os protetores faciais se somam às máscaras, luvas, jalecos e as demais iniciativas de prevenção”, ressalta o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira.

Com a aquisição dos equipamentos, a montagem e embalagem dos produtos contaram com a mão de obra das internas da Unidade Prisional de Ressocialização Femininas (UPFEM) de São Luís, por meio do programa Trabalho com Dignidade, desenvolvido pela SEAP.

Os protetores faciais cobrem todo o rosto, evitando o contato com gotículas de saliva. Apesar do uso do equipamento, não deve ser dispensada a máscara de proteção facial, ambos são ainda mais eficazes no possível contato ou transmissão da Covid-19.

O equipamento é feito de material acrílico e possui uma tiara regulável que se ajusta a face de quem utiliza. O diferencial é que pode ser reutilizado, ao ser corretamente higienizado, podendo ser lavado com água e sabão, ou com o uso de álcool 70%.

“A Supervisão de Saúde da SESP realizou uma força tarefa para que os protetores faciais fossem imediatamente distribuídos a todas as unidades do sistema prisional, tanto da capital como do interior do Estado”, afirma Adriano Weverton, supervisor de Saúde da Seap.

Mais 

As medidas de segurança na prevenção a Covid-19 seguem no sistema penitenciário, como a suspensão temporária das visitas presenciais, o uso de tecnologia para garantir o atendimento às pessoas privadas de liberdade, o que inclui as visitas social virtual, audiência virtual, atendimento de advogados e defensoria virtual, intimação virtual e a inspeção virtual.

Prosseguem, também, as medidas sanitárias com sanitização das unidades prisionais, cobertura vacinal contra a gripe influenza A (H1N1), instalação de cabines de desinfecção e as caixas de esterilização de objetos para o combate de germes, bactérias e vírus.