FIEMA marca presença na inauguração do primeiro Centro de Mediação e Conciliação Empresarial de São Luís

O presidente da FIEMA, Edilson Baldez, juntamente com os vice-presidentes executivos da entidade, Celso Gonçalo e Fábio Nahuz, marcaram presença na inauguração do pioneiro Centro de Mediação e Conciliação Empresarial de São Luís, localizado na Fecomércio, no bairro do Calhau. A iniciativa tem como meta estabelecer um espaço neutro, seguro e especializado para a resolução de conflitos empresariais através da conciliação e mediação.

O Centro será um recurso para o tratamento adequado de conflitos empresariais, tanto em fases pré-processuais (sem ação judicial) quanto processuais (com ação judicial), garantindo à sociedade e à classe empresarial um acesso eficaz e efetivo à conciliação e mediação de conflitos. A unidade estará vinculada ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJMA, sob a presidência do desembargador José Gonçalo Filho e coordenação do juiz Marcelo Oka.

O presidente da FIEMA, Edilson Baldez, expressou seu orgulho em fazer parte deste marco na resolução de conflitos empresariais em São Luís. “Marcando um novo capítulo na resolução de conflitos empresariais em São Luís, a FIEMA tem orgulho de estar presente na inauguração do 1º Centro de Mediação e Conciliação Empresarial. Juntos, estamos construindo um futuro em que a conciliação e a mediação são acessíveis, eficazes e efetivas”, disse Baldez.

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Paulo Velten, elogiou o novo Centro de Mediação e Conciliação Empresarial, destacando que é um espaço para debates maduros e resolução eficaz de conflitos de interesse. Ele enfatizou que a justiça se faz presente quando os direitos são reconhecidos de forma rápida, séria e adequada. Velten parabenizou o desembargador Gonçalo e o presidente da Fecomércio, Maurício Feijó, pela iniciativa, e destacou a importância de criar uma cultura de resolução de conflitos sem necessariamente passar pelo poder judiciário, característica de uma sociedade madura e disposta ao diálogo.

Paulo Velten também anunciou que ainda nas próximas semanas será inaugurado o Centro de Conciliação da FIEMA, reforçando o compromisso da entidade com a resolução eficaz de conflitos empresariais.