Fátima Araújo participa de inauguração de praça na Vila Industrial

No Dia do Trabalhador, comemorado nesse sábado (01), os moradores da Vila Industrial, na Zona Rural de São Luís, ganharam um novo espaço público aguardado há anos. Mas que só foi disponibilizado agora, após o atendimento de uma indicação da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades do Desenvolvimento Urbano (Secid).

Trata-se de uma praça localizada entre as ruas Milton Bispo e Henrique Pinheiro, na Vila Industrial, com academia de ginástica, playground, sistema de iluminação, bancos e rampa de acessibilidade.

A inauguração contou com a presença de várias autoridades, dentre elas, o titular da Secid, Márcio Jerry, a secretária de estado da Mulher, Ana do Gás, o diretor do Detran-MA, Francisco Nagib, e a autora da solicitação da obra na praça, a vereadora Fátima Araújo.

“Quero agradecer ao secretário Márcio Jerry, que atendeu à minha indicação e possibilitou a construção desta praça, que era sonho antigo dos moradores, mas que só foi atendida através de nossa parceria com o Governo do Estado. Hoje, já é um dia especial, por ser o Dia do Trabalhador, mas se tornou ainda mais especial, pela comunidade estar ganhando esta bênção, que vai gerar mais qualidade de vida para a população. Parabéns a todos vocês, que fazem a comunidade ser especial como ela é”, destacou Fátima Araújo, durante fala na cerimônia de inauguração, que contou ainda com a presença de lideranças do Centro Comunitário do bairro.

Deputado federal licenciado para assumir a pasta das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry falou em mais benefícios para a região. “Só a comunidade ganha com benefícios assim, que vamos continuar possibilitando. A praça é uma reivindicação antiga dos moradores, que chegou até nós, pela vereadora Fátima e, hoje, no Dia do Trabalhador, estamos tendo o prazer de inaugurar este equipamento. Com o apoio do governador Flávio Dino, vamos continuar inaugurando mais espaços públicos como este, porque, como falei, só a comunidade ganha”.